Queimadas na Amazônia diminuíram 15% em setembro, diz ministro

  • Por Jovem Pan
  • 04/10/2019 09h48
Dida Sampaio/Estadão ConteúdoOperação Verde Brasil foi prorrogada por mais um mês

O ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, afirmou, nesta quinta-feira (3), que as queimadas na Amazônia diminuíram 15% entre os meses de agosto e setembro. Ele sobrevoou localidades no Pará e no Tocantins em um avião da força aérea, em uma ação que faz parte da Operação Verde Brasil na região norte do país.

De acordo com o ministro, houve uma redução dos focos de incêndio graças aos trabalhos de combate e de conscientização da população. “Tivemos uma redução em relação ao mês de agosto para setembro de 15%, isso é um dado inédito. Isso também é fruto da conscientização da população, dos locais, e nós estamos muito satisfeitos. Prorrogamos a operação, neste mês de outubro, para consolidar o resultado, que é uma época ainda de seca, mas as chuvas estão chegando. Isso vai ajudar muito também”, comemorou.

Segundo ele, os governos locais deverão manter as ações de combate aos focos de incêndio. “Eu tenho certeza que o governo federal, o governo estadual e os municípios, também, com seus órgãos de fiscalização ambiental, irão fazer uma análise do que chamamos de pós ação ambiental nesse ano, para que diminua ou aconteça menos esses focos de incêndio no próximo ano.”

Em agosto, o governo lançou uma mega-operação com as Forças Armadas para o combate às queimadas e crimes ambientais na Amazônia. De acordo com o ministro da Defesa, foram combatidos mais de 1.700 focos de incêndio. Também foram aplicadas mais de 237 multas, resultando em um total de R$ 55 milhões ao governo.

*Com informações da repórter Larissa Coelho