Rio: Investigações sobre incêndio em hospital continuam nesta semana

  • Por Jovem Pan
  • 16/09/2019 06h46
EFE11 pessoas morreram no incêndio

A polícia do Rio de Janeiro continua com as investigações para tentar descobrir as causas do incêndio que atingiu o Hospital Badim, matando 11 pessoas na última quinta-feira (12). Já se sabe que o fogo começou em um gerador que ficava no subsolo do hospital particular, mas ainda não se sabe como o problema no equipamento começou.

Algumas hipóteses estão sendo analisadas, inclusive a de ter havido uma falha na confecção do gerador. A fumaça do incêndio no aparelho se alastrou rapidamente, atingindo os andares superiores.

Por isso, com apoio da Defesa Civil e do Corpo de Bombeiros, a polícia do Rio também investiga detalhes do projeto do hospital, que recentemente passou por reformas e por um processo de expansão. Há suspeita de que havia problemas na concepção do projeto com relação a chamada área de ventilação do local.

Entre os mortos, todos eram idosos, com idades entre 66 e 96 anos. Os corpos começaram a ser sepultados na última sexta-feira (13).

Até o momento, 57 pacientes seguem internados em outras unidades de saúde da cidade – no início, eram 77. Três funcionários do hospital, que ajudaram no socorro às vítimas do incêndio, estão em estado grave.

*Com informações do repórter Rodrigo Viga