Tereza Cristina vai prestar informações ao Senado sobre pecuária no Pantanal

Parlamentares querem que ministra detalhe a situação em municípios do Mato Grosso nos últimos 30 anos

  • Por Jovem Pan
  • 31/10/2020 07h40
Dida Sampaio/Estadão ConteúdoO requerimento foi apresentado pelo presidente da Comissão, senador Wellington Fagundes

Comissão Externa do Senado aprova convocação da ministra da Agricultura para explicar a evolução do rebanho bovino no Pantanal. Os parlamentares querem que Tereza Cristina detalhe a situação em municípios do Mato Grosso nos últimos 30 anos. A preocupação envolve cinco cidades: Barão de Melgaço, Cárceres, Poconé, Nossa Senhora do Livramento e Santo Antônio de Leverger. O requerimento foi apresentado pelo presidente da Comissão, senador Wellington Fagundes, que cobra transparência. No início do outubro, a ministra Tereza Cristina esteve na comissão, presidida por Wellington Fagundes, e declarou que o boi era o “bombeiro do Pantanal”.

Nesta sexta-feira (30), o diretor da Agência Nacional de Mineração, Eduardo Leão, defendeu que as empresas locais sejam obrigadas a adotar compensações ao meio ambiente. Eduardo Leão avalia ainda que o garimpo no Pantanal deveria ser restringido.  Já o diretor de Política Agrícola da Companhia Nacional de Abastecimento, Sergio de Zen, defende a ampliação de investimentos.  Zen, é favorável a tese do “boi bombeiro”, em que o gado ajuda a consumir o pasto. De acordo com o Inpe, o Pantanal tem mais de 2.800 focos ativos de incêndios, apesar do aumento das condições de chuva das últimas semanas.

*Com informações do repórter Levy Guimarães