União Europeia se diz cética sobre suspensão de patentes de vacinas

Declarações sobre o assunto foram dadas pelo presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, em reunião da Cúpula da União Europeia

  • Por Jovem Pan
  • 09/05/2021 09h34
Pixabay/Creative CommonsDeclarações foram dadas na Cúpula da União Europeia

Em declarações dadas a jornalistas durante a Cúpula da União Europeia, em Portugal, o presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, disse que não acredita na suspensão das patentes das vacinas contra o coronavírus como forma de combate à pandemia. Segundo ele, a melhor fórmula neste momento seria incentivar as exportações, uma vez que os Estados Unidos e o Reino Unido estariam fabricando doses sem vender para outras nações. Charles Michel, que lidera os 27 países do bloco, disse, porém, que a Europa está pronta para discutir o assunto com os EUA. Nesta semana, o presidente norte-americano Joe Biden anunciou apoio à suspensão das patentes das vacinas contra a Covid-19 como uma forma de garantir o abastecimento global dos imunizantes. O tema também é alvo de discussão na Organização Mundial do Comércio. Neste sábado, o presidente francês Emmanuel Macron sugeriu uma remoção parcial da propriedade intelectual com o intuito de não punir financeiramente as empresas que desenvolveram as tecnologias, mas também incentivar que países mais pobres tenham ferramentas de combate à pandemia.

*Com informações da repórter Carolina Abelin