Variante Delta já é responsável por 60% dos casos de Covid-19 no Rio de Janeiro

Cepa se faz presente em pelo menos 67 das 92 cidades do Estado

  • Por Jovem Pan
  • 17/08/2021 07h08 - Atualizado em 17/08/2021 13h38
REUTERS/Pascal Rossignol/File PhotoPor hora, o recuo em medidas de flexibilização está apenas em discussão

A variante Delta do coronavírus já responde por mais da metade dos casos de Covid-19 na cidade e no Estado do Rio de Janeiro. Isso reforça a tese de que o local é o epicentro da cepa no Brasil. Na capital, quase 57% das amostras que passaram por sequenciamento genético foram positivos para a variante de origem indiana. No Estado, esse número é ainda maior: 60,3% com tendência de crescimento. No Estado do Rio, a Delta já se faz presente em pelo menos 67 cidades de um total de 92 municípios. As autoridades da capital e do Estado, da área da Saúde, têm alertado para a necessidade das pessoas manterem os protocolos sanitários, evitarem aglomerações e usarem a máscara de proteção facial.

Por hora, o recuo em medidas de flexibilização está apenas em discussão. A grande aposta é na expansão e aceleração da vacinação contra a doença. Novas remessas de vacina devem chegar nesta semana. Na última, a capital chegou a suspender a campanha de imunização por dois dias por falta de imunizantes — o que gerou críticas ao premiê e também a logística do Ministério da Saúde. Segundo o secretário estadual de Saúde do Rio, Alexandre Chieppe, o momento de alerta com a explosão de casos da Delta. “Agora é o momento de manter o alerta, monitorar os casos e tomar decisões rapidamente para que possamos garantir, se as pessoas ficarem doentes, o tratamento necessário.”

Com o avanço da Delta, a Prefeitura e o governo do Estado voltaram a abrir leitos para pacientes com Covid-19. E o Estado já está até contratando leitos em unidades privadas. A cidade do Rio de Janeiro, nesta pandemia, já conseguiu imunizar com primeira dose mais de 80% da população adulta e cerca de 40% já completaram o ciclo vacinal. Nesta semana, termina a vacinação de adultos. Na semana que vem começa a imunização de adolescentes. Neste mês, a Prefeitura começa a aplicar também a terceira dose de reforço em idosos moradores de Paquetá.

*Com informações do repórter Rodrigo Viga