Vendas de veículos importados recuam 16% com dólar alto

Disparada da moeda americana é o principal fator para o resultado, aponta Abeifa

  • Por Jovem Pan
  • 16/04/2021 07h24 - Atualizado em 16/04/2021 13h37
Arquivo/General Motors do BrasilAbeifa tem quinze marcas filiadas e quatro produzem no Brasil; elas tiveram um aumento de 54% sobre fevereiro

As vendas de veículos importados recuaram 16% no trimestre, cerca de 6.023 unidades, na comparação com 2020. A disparada do dólar é o principal fator para o resultado, na avaliação da Associação Brasileira dos Importadores e Fabricantes de Veículos. Porém, há problemas na produção por falta de peças na cadeia automotiva mundial. O presidente da Abeifa, João Oliveira, avalia o ânimo das marcas em relação ao mercado brasileiro.

“Percebo essas marcas super comprometidas com o projeto de Brasil que elas tem e essas plantas são importantes dentro da estratégia delas. Eu percebo até um movimento contrário delas tentarem encontrar cada vez mais formatos de expansão e viabilizar a produção local delas.” A Abeifa tem quinze marcas filiadas e quatro produzem no Brasil. Elas tiveram um aumento de 54% sobre fevereiro e 37% sobre março de 2020.

*Com informações do repórter Marcelo Mattos