Vendas de veículos usados crescem mais de 63% no 1º semestre, diz Fenabrave

Segundo a entidade, 7,3 milhões de veículos seminovos foram comercializados no período, contra 4,5 milhões em 2020

  • Por Jovem Pan
  • 07/07/2021 10h44 - Atualizado em 07/07/2021 17h21
Fábio Vieira/Estadão ConteúdoSegunda a Fenabrave, as transações de veículos usados apresentaram leve alta no mês de junho sobre maio

A falta de peças impede o crescimento no mercado automotivo. Com isso, há espera nas concessionárias pela ausência de modelos. As vendas dos seminovos cresceram em razão do consumidor manter a cautela em relação as despesas no segundo ano de pandemia. Os negócios com usados cresceram mais de 63%, o que representa aumento de 7,3 milhões de veículos no primeiro semestre contra 4,5 milhões de 2020, analisa o diretor executivo da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), Marcelo Franciulli. “Aquelas pessoas que tinham abandonado o veículo [antes da crise sanitária], seja automóvel ou motocicleta, elas optaram por ter o transporte individual, que gera mais segurança do ponto de vista da saúde. E isso tem impacto no mercado de usados, porque são mercados interligados. Se você diminui a oferta de carros 0km, você diminui a oferta de seminovos. Então a gente está vivendo um momento que tem a falta do novo e o seminovo está escasso”, disse. Segunda a Fenabrave, as transações de veículos usados apresentaram leve alta no mês de junho sobre maio, mas na comparação com junho do ano passado, houve um crescimento de quase 80%.

*Com informações do repórter Marcelo Mattos