Witzel apresenta defesa no tribunal do impeachment

Em uma rede social, o governador afastado afirmou que a defesa traz a verdade que “ainda não quiseram escutar”

  • Por Jovem Pan
  • 20/10/2020 06h40
WILTON JUNIOR/ESTADÃO CONTEÚDOWilson Witzel foi afastado do governo do Rio de Janeiro pelo STJ e pela Alerj

Os advogados do governador afastado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, protocolaram nesta segunda-feira (19) a defesa do político no processo do impeachment que tramita no tribunal misto. Em uma rede social, o governador afastado afirmou que a defesa traz a verdade que “ainda não quiseram escutar”. Segundo Witzel, até o momento tudo foi tratado de forma política. Ele acredita estar sendo vítima de um linchamento moral. Na mesma postagem, Witzel acrescentou que há interesses poderosos que não o querem na frente do Estado.

Wilson Witzel foi afastado do governo do Rio de Janeiro, inicialmente, pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) e, posteriormente, pela Alerj. Os prazos são os mesmos: 180 dias. O governador afastado do RJ é acusado de envolvimento em irregularidades nas contratações e compras na pandemia. A partir de agora, com a defesa apresentada, o relator do tribunal tem 10 dias para apresentar um parecer sobre a admissibilidade do impeachment. A tendência é que seja um relatório favorável à continuidade do processo. Para isso, são necessários 6 dos 10 votos dos integrantes da comissão. O juízo final está programado pro inicio de 2021. Nessa última votação, são necessários 2/3 dos votos.

*Com informações do repórter Rodrigo Viga