Augusto Nunes: “Bolsonaro não deve ceder às provocações”

Comentarista acredita que esse tipo de declaração não faz bem à imagem do presidente, que ‘deve agir com mais tranquilidade’

  • Por Jovem Pan
  • 24/08/2020 18h52
Reprodução/Jovem PanAugusto Nunes no programa 'Os Pingos nos Is'

O assunto dessa segunda-feira, 24, foi a declaração do presidente Jair Bolsonaro a um repórter do jornal O Globo no último domingo. Questionado sobre os depósitos que Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro, fez à primeira-dama Michelle Bolsonaro, o presidente respondeu “Vontade de encher sua boca de porrada” e recebeu muitas críticas. No programa Os Pingos nos Is, da Jovem Pan, Augusto Nunes apontou que há uma má vontade da imprensa com Bolsonaro. “Eu nunca vi nenhum presidente ser perseguido como o presidente Jair Bolsonaro. Ele é atacado por coisas que não fez. Mesmo assim, não deve ceder a essas provocações”, disse.

O comentarista ainda explicou que esse tipo de declaração não faz bem para a imagem do presidente. “O Bolsonaro pode constatar nas últimas semanas que se ele recorrer mais ao bom humor e menos ao estilo mais briguento, ele tem mais vantagem. Ele não deve entrar nesse tipo de conflito, deve agir com mais tranquilidade. Todo presidente tem de ouvir essas coisas desagradáveis, naturalmente”, complementou. Segundo o jornalista, o presidente está em uma ‘boa situação’ e que precisa levar isso em conta ao responder os jornalistas.