‘Muito difícil assistir e achar que vivemos numa democracia’, diz Ana Paula sobre prisão de Daniel Silveira

Comentaristas do programa ‘Os Pingos Nos Is’ repercutiram a detenção do deputado nesta quinta-feira

  • Por Jovem Pan
  • 24/06/2021 19h54 - Atualizado em 24/06/2021 20h10
Câmara dos DeputadosEntre as violações citadas pela PGR, 22 estão relacionadas à falta de bateria da tornozeleira eletrônica

O deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ) foi preso novamente nesta quinta-feira, 24, no Rio de Janeiro, após violar o uso da tornozeleira eletrônica 36 vezes. O pedido de prisão foi acatado pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, após manifestação da Procuradoria Geral da República. Entre as violações citadas pela PGR, 22 estão relacionadas à falta de bateria da tornozeleira eletrônica, muitas vezes por mais de 15 horas. Silveira já havia sido preso em fevereiro após um vídeo em que fez apologia ao AI-5 e atacou ministros do STF. Na decisão desta quinta, Moraes afirmou que Silveira demonstrou “total desprezo pela Justiça”. O deputado está preso no Batalhão Especial Prisional da Polícia Militar do Rio.

A comentarista Ana Paula Henkel, do programa “Os Pingos Nos Is”, da Jovem Pan, defende que a prisão de Daniel Silveira é inconstitucional. “Muito difícil assistir isso tudo e achar que vivemos numa democracia”, afirmou. “Infelizmente o que nós vemos no Brasil é um total desrespeito, não apenas com o parlamentar”, completou. Ana Paula disse que a Constituição Federal foi desprezada, assim como o “poder institucional e constitucional” da Câmara dos Deputados que, para ela, ficou “de joelhos” para a decisão do ministro do STF. A comentarista também citou uma fala do ex-juiz da Suprema Corte norte-americana Antonin Scalia, “que dizia que uma nação que subordina suas decisões políticas a advogados de togas não eleitos pelo povo não merece o nome de democracia.”