Globo ‘vacilou’ de não ter expulsado Petrix do ‘BBB 20’, diz Chico Barney

  • Por Jovem Pan
  • 17/02/2020 14h26
Jovem PanChico Barney foi um dos convidados do Pânico nesta segunda-feira (17)

O ginasta Petrix Barbosa foi o segundo eliminado via paredão do BBB 20, mas, segundo o colunista Chico Barney, a Globo errou ao não expulsá-lo do reality show logo após a polêmica do suposto assédio envolvendo Bianca Andrade, a Boca Rosa.

“Acho que a Globo vacilou de não ter expulsado ele logo que deu problema na festa. Ao ter deixado ele mais tempo, ele acabou se queimando. O cara passar a mão [em outra pessoa] no BBB é o limite, é que nem agressão física, tem que tirar [da casa]”, disse durante bate-papo com a bancada do Pânico nesta segunda-feira (17).

Também participando da conversa, o ex-BBB Adrilles Jorge afirmou que o caso não era de expulsão. “Toda a produção do BBB é de extrema-esquerda, menos o Tiago Leifert. O BBB 20 é uma defesa de tese para falar que todos os homens são canalhas escrotos e todas as mulheres são lindas, progressistas, fascinantes. (…) Querem repetir o padrão de um Brasil machista que não existe.”

“O BBB permite uma série de leituras, tanto umas mais chatas como a do Adrilles, como umas mais interessantes. O Petrix devia ter sido expulso porque invadiu o espaço de maneira não solicitada e não consensual numa festa. Tanto ele como o Pyong poderiam ser expulso, a regra não considera isso, então vida que segue”, rebateu Barney.

Sobre a queridinha da web Manu Gavassi, o palpiteiro já cravou o destino dela. “Ela entrou para dar um show no Instagram. No BBB, ela não diverte, mas está sendo estratégica.”

Também ex-participante de duas edições do Big Brother, Eliéser Ambrósio relembrou seus momentos dentro da casa. “Eu fui muito intenso lá, muito verdadeiro. Me vejo hoje parecido com a Boca Rosa, eu era meio perdido lá e isso é um prato cheio para edição. Eu me envolvida em discussões, relacionamentos, e isso aqui fora virava muita coisa.”