Inri Cristo diz que medo da Covid-19 é pior que a doença

Autoproclamado a reencarnação de Jesus Cristo, o religioso participou do Pânico nesta quarta-feira (22)

  • Por Jovem Pan
  • 22/07/2020 14h41
Reprodução/FacebookInri Cristo participou do Pânico nesta quarta-feira (22)

Pânico recebeu nesta quarta-feira (22) Inri Cristo, que passou uma mensagem aos seguidores sobre a pandemia. Segundo ele, o medo da Covid-19 é pior que a doença em si e pode facilitar as infecções. “É mais perigoso que o vírus ter medo dele. Deve se prevenir, mas não deve ter medo”, disse. “O medo gera vulnerabilidade. Por causa do medo, você fica com incapacidade de respirar”, continuou, citando um dos principais sintomas da doença. “O maior pânico é as pessoas terem medo antes de pegar essa doença”, afirmou. Ressaltando que ninguém é obrigado a acreditar nas coisas que ele diz, Inri disse que o melhor remédio contra a Covid-19 é pedir a proteção de Deus e ensinou uma oração. “Orar no quarto com a porta fechada e invocar o Pai, com a porta fechada. Tu sai com a proteção Dele.”

Autoproclamado a reencarnação de Jesus Cristo, Inri diz que sempre pregou medidas de segurança aos seguidores. As mulheres que vivem com ele, por exemplo, são orientadas a sair de casa usando máscaras mesmo antes da pandemia. O próprio religioso, que já tem 72 anos de idade, está cumprindo o isolamento social em Brasília. “Faz 40 anos que vivo em quarentena”, brincou. “Sempre soube que é importante proteger”, continuou, dizendo que fica “com o coração muito doído ao ver os desprotegidos”.

Para ele, o cenário atual é uma prova de que Jesus voltou. “Há dois mil anos falei sobre esse momento que estamos vivendo”, afirmou, citando passagens bíblicas e lembrando que a volta de Cristo seria precedida por “rumores de guerras, reino contra reino, tempestades, terremotos, pestilências e fome”. Ele ainda explicou que a inovação tecnológica e a criação da internet permitiu que o retorno fosse visto em todo o mundo. “Deus inspirou os engenheiros e cientistas a criarem essa máquina fantástica”, disse Inri Cristo.