Italo Marsili diz que polarização política mostra evolução da sociedade brasileira

O psiquiatra, que foi cotado para o Ministério da Saúde, participou do Pânico nesta quinta-feira (6)

  • Por Jovem Pan
  • 06/08/2020 14h09
Jovem PanItalo Marsili participou do Pânico nesta quinta-feira (6)

O psiquiatra Italo Marsili disse, em entrevista ao Pânico nesta quinta-feira (6), que a polarização política não representa uma involução da sociedade. Ele acredita no oposto: isso é uma evolução. Para o médico, o povo brasileiro entrou numa fase parecida com a adolescência. “O Brasil não é mais país de criança, é de adolescente brigão”, afirmou, usando como exemplo as brigas por política entre amigos e familiares. Ele disse que o brasileiro deixou de aceitar tudo. “Parece involução, mas é evolução do amadurecimento do povo”, continuou.

Marsili apontou que outra característica da população é muito parecida com a adolescência: o direcionamento da raiva. Ele usou como exemplo manifestações contra políticos e ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). “Cerca de 90% dos nossos problemas não têm nada a ver com Lula, Dilma, Alexandre de Moraes… Têm a ver com a gente, que vive reclamando, que não trabalha direito”, afirmou. “É muito fácil direcionar a raiva pro Alexandre de Moraes, pro Bolsonaro“, explicou. Ainda na entrevista, o médico, que chegou a ser cotado para o Ministério da Saúde, lamentou o fato do Brasil ter muita gente “analfabeta funcional”, na visão dele. “O Brasil é um país de gente muito burra”, disse. “Quando fico escrevendo no Instagram, tenho dúvidas se deveria estar fazendo aquilo ou não”, falou, explicando que acredita que boa parte das pessoas não entendem o que ele quer dizer.