Quem foi melhor: Jardel ou Paulo Nunes? Veja o que Vampeta respondeu

O Velho Vamp não fugiu do questionamento na edição desta semana do “Pergunte ao Vampeta”; confira

  • Por Jovem Pan
  • 02/10/2020 18h01
Montagem sobre fotos/ReproduçãoO Velho Vamp escolheu entre Jardel e Paulo Nunes na última edição do "Pergunte ao Vampeta"

De um lado, um centroavante goleador, forte fisicamente, com senso de posicionamento invejável e incrível facilidade de balançar as redes de cabeça. De outro, um atacante veloz, ousado, inteligente e também com boa capacidade de vencer os goleiros adversários. Você pode até procurar, mas dificilmente encontrará, nos últimos anos do futebol brasileiro, uma dupla de ataque mais completa que a formada por Jardel e Paulo Nunes no Grêmio. Juntos, ambos foram bicampeões gaúchos, campeões da Libertadores e também da Recopa Sul-Americana entre 1995 e 1996. Na primeira temporada atuando lado a lado, por exemplo, somaram impressionantes 65 gols.

Mas quem era o melhor da dupla? O questionamento foi feito na edição desta semana do “Pergunte ao Vampeta”, programa semanal do Grupo Jovem Pan. E o Velho Vamp não fugiu da resposta. Amigo de ambos, o pentacampeão mundial disse que a carreira de Jardel foi melhor, mas, para ele, Paulo Nunes jogou mais. “Rapaz, são dois irmãos meus… Eles fizeram dupla de ataque no Grêmio, ganharam tudo, mas jogavam em posições diferentes. O Jardel tem uma carreira mais brilhante, foi artilheiro da Europa, ganhou tudo com o Porto, o Sporting… O Paulo Nunes jogava mais, mas a carreira do Jardel foi muito mais longe”, opinou.

Jardel e Paulo Nunes foram dois dos melhores atacantes do futebol brasileiro nos anos 90. O primeiro deles fez história em clubes como Grêmio, Galatasaray, Porto e Sporting e acumula marcas absurdas. Jardel, por exemplo ganhou duas vezes a Chuteira de Ouro, de maior artilheiro da Europa, em 1999 e 2002, foi por cinco vezes o principal goleador do Campeonato Português e encerrou a Libertadores de 1995, faturada pelo clube gaúcho, como o jogador com mais balanços de rede. Paulo Nunes, por sua vez, foi artilheiro do Brasileirão de 1996, da Copa do Brasil de 1997 e, além de ter enfileirado títulos por Grêmio e Flamengo, fez sucesso também no Palmeiras, equipe pela qual foi campeão da Libertadores, da Copa Mercosul e da Copa do Brasil.

Assista abaixo à 47ª edição do Pergunte ao Vampeta: