Jonathan Costa relembra fase no Furação 2000 e celebra atual momento do funk: ‘Histórico’

Conhecido na infância por cantar ‘eu sou o Jonathan da nova geração’, o DJ diz que o funk é sua ‘raiz’ e elogia nomes como Anitta e Ludmilla

  • Por Jovem Pan
  • 17/11/2020 12h49 - Atualizado em 17/11/2020 14h43
Reprodução/Instagram/jonjonJonathan 'da nova geração' virou DJ e se orgulha da explosão do funk

Jonathan Costa ficou conhecido ainda criança cantando funk com o apoio dos pais, Rômulo Costa e Verônica Costa, que são os criadores do Furação 2000 e tornaram grandes referências nesse gênero musical. Proibido de cantar aos sete anos, ele buscou novos caminhos e se firmou como DJ. “Tive que me encontrar, comecei a apresentar programas de TV e de rádio do Furacão 2000 e passei a atuar em algumas áreas administrativas. Eu só brincava de ser DJ, até que eu me encontrei nisso e esse amor nunca mais parou de crescer. Depois de um ano tocando, eu pensei: ‘Preciso produzir também, porque quero trazer uma marca minha [para as músicas]’. Misturo funk com outros ritmos, mas sem perder minha origem, minha raiz, e também gosto de revelar novos talentos”, contou o artista, também conhecido como JohJoh, ao Tô na Pan desta terça-feira, 17.

Fazendo parte de uma família percussora no funk, o popular Jonathan “da nova geração” disse que fica feliz ao ver a expansão que o gênero musical está ganhando no mundo. “O que a gente vive no funk hoje é histórico, o que os funkeiros da atualidade vêm fazendo está sendo histórico, porque eles estão alcançando marcos mundiais”, comentou o DJ que acredita que esse estilo musical ainda tem muito para crescer. “É uma evolução que ainda está começando, o funk ainda está baby, se tornando criança, tem muito para evoluir.”

Durante o papo, ele também ressaltou que não gosta de comparações no meio artístico e que tanto Anitta quanto Ludmilla, dois nomes fortes do funk na atualidade, tem muito potencial. “São duas mulheres incríveis”, afirmou Jonathan que ressaltou as parcerias internacionais que a poderosa tem feito. O artista também falou de outra funkeira, Jojo Todynho, que está disputando R$ 1,5 milhão no reality show “A Fazenda 12”. “Estou torcendo por ela. A Jojo é muito cheia de verdade. Ela tem os erros e acertos, tem o jeitão dela de falar na cara, mas gosto de gente papo reto”, disse o DJ, que trabalha na divulgação do seu novo trabalho, a música  Hipnotizou.

Confira a íntegra do Tô na Pan desta terça-feira, 17: