‘Esquerda está disposta a tudo’, diz Janaína Paschoal sobre ataque a Bolsonaro

  • Por Jovem Pan
  • 08/09/2018 09h50
Agência SenadoA advogada Janaína Paschoal

A advogada Janaína Paschoal se referiu ao ataque sofrido pelo presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) como uma ação planejada pelos partidos de esquerda. “Os brasileiros têm que perceber que o momento é grave, que essas pessoas que dominaram o poder e não querem deixá-lo por questões ideológicas ou porque se beneficiaram dele financeiramente, estão dispostas a tudo”, afirmou ela em entrevista ao Jornal da Manhã, da Jovem Pan, neste sábado (8).

Janaína disse que ficou especialmente “abalada” com a notícia do atentado porque era algo sobre o qual Bolsonaro falava quando negociava a possível candidatura da advogada como sua vice-presidente. “Ele expôs uma preocupação muito grande com a parte de segurança; disse que não teria como garantir a minha segurança já que não tinha como garantir nem a dele”, disse ela. “Era como se o que a gente discutiu na teoria tivesse se verificado na prática”, concluiu.

A advogada fez ainda um pedido aos eleitores ou possíveis eleitores de Bolsonaro: “Mantenham a calma. Evitem ficar assistindo ao vídeo que mostra o momento da facada e tentando identificar outros potenciais envolvidos”. Segundo ela, os admiradores do ex-capitão do Exército estão marcando as páginas de possíveis envolvidos nas redes sociais. “Isso pode abrir portas para algum tipo de represália. Independentemente de ser culpada ou inocente, esse não é o caminho”, disse.
“O mote da campanha de Bolsonaro é justamente de combate à insegurança e à violência”, concluiu.