Atriz Tania Mendoza é assassinada no México; caso é investigado

Estrela de ‘La Reina del Sur’ aguardava no filho, que estava jogando futebol, quando levou um tiro no peito

  • Por Jovem Pan
  • 17/12/2021 10h18 - Atualizado em 17/12/2021 10h41
Reprodução/Instagram/taniamendoza5/17.12.2021 Tania Mendoza Tania Mendoza morreu, aos 42 anos, após ser baleada na rua

A atriz mexicana Tania Mendoza morreu, aos 42 anos, após ser baleada nas ruas de Cuernavaca, no México. A artista esperava o filho, de 11 anos, que estava jogando futebol em um clube, quando foi abordada por dois homens em uma motocicleta e, um deles deu um tiro no seu peito. O assassinato aconteceu na última terça-feira, 14, por volta das 17h30 e o caso está sendo investigado pela polícia local, pois, aparentemente, não se tratou de um assalto. De acordo com o portal Diez Minutos, o serviço de emergência demorou apenas alguns minutos para chegar, mas a atriz já estava morta quando o resgate chegou. O corpo foi reconhecido pelo marido de Tania, o ator Rafael Sánchez Rojas, no local em que o assassinato aconteceu. 

Em 2010, a artista mexicana sofreu um atentado, no qual foi sequestrada junto com o marido e o filho. Conforme divulgado pelo El Universal, na época, Tania disse ao Ministério Público Estadual que ela foi levada com a família por pessoas encapuzadas e, quando foram libertados e retornaram para casa, os bandidos tinham levado vários pertences do local e um carro. Nos dias seguintes ao sequestro relâmpago, a atriz ainda chegou a receber novas ameaças. Tania ficou muito conhecida após estrelar a produção “La Reina del Sur”, em 2003, uma adaptação do romance homônimo de Adelfo Hernandez. Ela também participou de muitas produções na televisão mexicana com a temática tráfico de drogas e compartilhava nas redes sociais declarações a Arturo Beltrán Leyva, um traficante que morreu no México, em 2009.