Duda Reis afirma que Nego do Borel foi indiciado por violência doméstica, assessoria do cantor rebate

Atriz publicou vídeo nas redes sociais divulgando informação, mas defesa jurídica do cantor pontuou que ele ‘não foi indiciado por agressão física, como à primeira vista parece’

  • Por Jovem Pan
  • 18/09/2021 12h53
Reprodução/Instagram/dudareisbDuda Reis publicou desabafo nas redes sociais

A atriz e digital influencer Duda Reis usou as redes sociais neste sábado, 17, para falar de um desdobramento no processo movido por ela contra o ex-marido, o cantor Nego do Borel, por agressão. Segundo ela, ele teria sido indiciado pela Justiça por violência. “Hoje o juiz decretou que o Leno Maycon, o Nego do Borel, será indiciado por agressão e violência doméstica. Complexo, né?”, afirmou, citando denúncias de outras três ex-namoradas do cantor além dela que teriam sido comprovadas. Em resposta, a equipe jurídica do cantor afirmou que “ele foi indiciado por lesão corporal devido a perturbações psíquicas, segundo a autoridade policial, e não por agressão física, como à primeira vista parece”. Em nota, a assessoria de imprensa de Nego do Borel desqualificou a fala da artista afirmando que a delegada não teria encontrado provas que justificassem o indiciamento dele por outros crimes dos quais foi acusado, como estupros e posse de arma em casa.

“Com relação ao indiciamento pela lesão corporal cumpre dizer que o fato é extremamente subjetivo, já que considerou perturbações psíquicas, e é só questão de tempo para o Leno também provar sua inocência, pois carece de comprovação fática a qual não se sustentará no processo penal, onde estarão presentes os princípios da ampla defesa e do contraditório”, pontua documento. No mesmo vídeo, Duda Reis também comentou sobre uma fala que envolveria o nome dela no reality show “A Fazenda” e criticou a emissora Record por dar espaço ao artista investigado. “É muito triste, é muito doloroso e é um desserviço à sociedade. A Record tenta dar espaço para pessoas que não merecem, onde existem diversas pessoas legais, do bem, que merecem entrar, mas homem que agride mulher não tem espaço. Não é a primeira vez que a Record faz isso. Isso desestimula a mulher a denunciar, por que o que a sociedade faz? Acolhe o homem”, criticou. A Jovem Pan entrou em contato com a assessoria de imprensa da Record TV e aguarda posicionamento sobre o assunto.