Ivete Sangalo se pronuncia após post polêmico: ‘Esse governo não me representa’

Cantora foi criticada por uma publicação na qual lamentava as 500 mil mortes por Covid-19 no Brasil

  • Por Jovem Pan
  • 22/06/2021 14h18 - Atualizado em 22/06/2021 15h08
Reprodução/Instagram/ivetesangalo/22.06.2021Ivete Sangalo falou que os brasileiros precisam se unir nas próximas eleições

A cantora Ivete Sangalo quebrou o silêncio nesta terça-feira, 22, e esclareceu que não apoia o atual governo. As especulações ganharam força após ela fazer um post que dividiu opiniões no qual falava sobre as mortes dos brasileiros na pandemia. “Entendo o quão necessário é nesse momento não estabelecer dúvidas sobre o que acredito. Esse governo que aí que está não me representa nem mesmo antes da ideia dele existir e isso vamos resolver quando unirmos forças nas próximas eleições através do poder do voto”, escreveu a artista no Instagram. “Agora vamos nos unir em prol do que podemos fazer nos nossos espaços para driblar essa desorganização com o uso de máscaras, higienização, vacinas e o que mais necessário for. Então, que possamos nos vacinar. Eu sou a favor de vacina para todos”, acrescentou.

A cantora foi parar nos assuntos mais comentados do Twitter na última segunda-feira, 21, após fazer um post em que lamentava as 500 mil mortes no Brasil por Covid-19. O problema é que a legenda da publicação não foi bem interpretada por muitos seguidores e ela passou a ser criticada. “Não é natural [500 mil mortos]. Não é uma mentira. É estarrecedor pensar sobre as milhares de vidas ceifadas e dores irreparáveis em torno dessas perdas. Não é sobre partidos, é sobre humanidade”, escreveu Ivete. Vários seguidores não concordaram com a artista e passaram a publicar nas redes sociais que o descontrole da pandemia envolve, sim, partidos políticos, pois as atitudes e decisões do atual governo influenciaram em questões como a compra de vacinas. A cantora já foi criticada outras vezes por se posicionar sobre questões políticas, como nas eleições de 2018, na qual ela não tomou partido e não expôs sua opinião.