Linda Evangelista diz que procedimento estético a deixou ‘brutalmente desfigurada’

Modelo falou que está há anos reclusa e sem trabalhar porque ficou com uma aparência irreconhecível

  • Por Jovem Pan
  • 24/09/2021 16h19 - Atualizado em 24/09/2021 17h27
Reprodução/Instagram/lindaevangelista/24.09.2021Linda Evangelista falou que está irreconhecível em um desabafo nas redes sociais

A modelo Linda Evangelista fez um desabafo nas redes sociais na última quinta-feira, 23, e revelou que sua carreira ficou estagnada após passar por um procedimento de eliminação de gordura, conhecido como CoolSculpting, que a deixou com a aparência “irreconhecível” e abalou sua autoconfiança. A canadense, considerada uma das maiores modelos dos anos 1990, passou por esse procedimento há cinco anos e disse que está tentando “corrigir o erro” processando o criador do procedimento, Zeltiq Aesthetics. “Para meus seguidores que se perguntam por que não tenho trabalhado enquanto as carreiras de meus colegas estão prosperando, o motivo é que fui brutalmente desfigurada pelo procedimento CoolSculpting de Zeltiq, que fez o oposto do que prometia”, escreveu em um post no Instagram. 

O intuito do procedimento não-invasivo é matar as células de gordura por congelamento, mas com Linda aconteceu o contrário. O procedimento aumentou as células de gordura da modelo, fazendo com que ela ficasse “permanentemente deformada, mesmo após duas cirurgias corretivas dolorosas e malsucedidas”. Linda disse que desenvolveu um efeito colateral raro chamado hiperplasia adiposa paradoxal (HAP) e afirmou que não foi informada antes do procedimento estético ser realizado que poderia ter esse tipo de complicação. No desabafo, a modelo contou que a HAP fez com que ela entrasse em depressão e optasse pela reclusão. “Estou tão cansada de viver assim. Gostaria de sair pela minha porta com a cabeça erguida, apesar de não parecer mais eu mesma”, concluiu. A Insider tentou contato com a empresa que realizou o procedimento, mas não obteve retorno.