Missa de 7º dia de Paulo Gustavo tem homenagens e Cristo Redentor às escuras

Familiares e amigos participaram de celebração que foi transmitida pelo canal Multishow na noite desta terça-feira

  • Por Jovem Pan
  • 11/05/2021 22h47
Reprodução/ Multishow

Na noite desta terça-feira, 11, amigos e familiares do ator e humorista Paulo Gustavo se reuniram no Santuário do Cristo Redentor, na Zona Sul do Rio de Janeiro, para celebrar a missa de sétimo dia. O marido de Paulo, Thales Bretas, a mãe dona Déa, o pai Júlio e a irmã Juliana sentaram-se na primeira fila da celebração. A missa foi presidida pelo padre Omar, junto com os padres João Damasceno e Jorjão. A cerimônia teve transmissão do canal Multishow e da plataforma Globoplay Mais Canais. Durante a homilia, padre Jorjão relembrou quando teve uma celebração interrompida pelas risadas vindas de um teatro onde Paulo Gustavo se apresentava, no início de sua carreira. Ele lembrou a caridade, a ajuda em obras sociais e mais ações do ator durante sua vida, apontando que ele viveu o Evangelho. No fim de sua fala, o padre pediu para que os presentes cuidassem de dona Déa Lúcia, mãe de Paulo, porque “ele iria querer isso”.

As atrizes Heloísa Perissé e Samantha Schmütz estiveram presentes, além de Regina Casé que participou da celebração com a entrada da imagem de Nossa Senhora Aparecida. Os apresentadores Luciano Huck e Angélica, Fábio Porchat e a diretora Susana Garcia, que permaneceu com o ator no hospital até o fim, também estiveram na missa. Em determinado momento da cerimônia, Thales falou aos presentes. “O amor é transformação, e o nosso não só me evoluiu para sempre, como alcançou milhares de famílias. Tínhamos muitos sonhos juntos. Você me fez sentir o cara mais especial do planeta. Você enaltecia todas as pessoas que amava. Te amei demais, te amo e te amarei para sempre”, disse.

Em seguida, dona Déa foi quem deixou sua homenagem ao filho. “O último show dele, ele fez para mim porque eu cantava na noite, e ele quis realizar esse desejo meu. Como o padre Jorjão falou, Paulo Gustavo passou no Enem da vida. Ele amou. As pessoas dizem que eu sou forte. Eu não sou forte. Minha força está em Deus. Todo dia eu peço: me ajuda! Eu creio e aceito a partida do meu filho, mas me ajuda”, disse emocionada e olhando para os céus. No fim da missa, as luzes do Cristo Redentor foram apagadas em homenagem às mais de 400 mil vítimas da Covid-19 no país ao som de ‘Hallelujah’ e ‘Pretty Hearts’, de Beyoncé, que Paulo Gustavo era fã.