Modelo que gritou com policiais em blitz apoia Bolsonaro e já acusou Chris Brown de agressão

Liziane Gutierrez também foi desclassificada do Miss Bumbum 2017 e expulsa de área vip em um show de Dua Lipa que aconteceu nos Estados Unidos por causa da roupa que estava usando

  • Por Jovem Pan
  • 13/07/2021 16h33 - Atualizado em 13/07/2021 17h31
Reprodução/TwitterVídeo que Liziane Gutierrez xinga policiais repercutiu nas redes sociais

A modelo Liziane Gutierrez virou assunto após aparecer gritando e xingando policiais que encerraram uma festa clandestina que acontecia nos Jardins, bairro nobre de São Paulo, no último sábado, 10. O vídeo que viralizou foi postado pelo deputado federal Alexandre Frota (PSDB-SP). Liziane tem 35 anos, soma mais de meio milhão de seguidores no Instagram e é vegetariana. Ela segue apenas 115 pessoas e, entre as poucas celebridades que acompanha na rede social, estão o sertanejo Kauan, o ator Thomaz Costa e o diretor do reality show “A Fazenda” Rodrigo Carelli. Em seu Instagram, a modelo faz a maioria dos posts em inglês e seu perfil conta com várias fotos de viagens que já fez pelo mundo. Essa não é a primeira vez que Liziane tem destaque na mídia. A modelo já se envolveu em polêmicas por questões políticas, já foi desclassificada do Miss Bumbum, expulsa de área vip de um show de Dua Lipa por causa da sua roupa e já acusou Chris Brown de agressão.

Bolsonarista

Nas eleições de 2018, Liziane fez campanha para o atual presidente Jair Bolsonaro. Em diversos posts no Instagram, ela usou a hashtag “Ele sim”, expôs sua opinião política e rebateu críticas. “Vocês dizem que o candidato que eu apoio é machista, mas só hoje fui chamada de vagabunda por umas 500 pessoas pelo simples fato de mostrar meu apoio a quem eu acho que está, sim, disposto a melhorar o meu país. Jamais pediria socialismo para o meu país de origem morando em um país [Estados Unidos] capitalista”, escreveu a modelo na época. Ela, inclusive, chegou a participar de uma manifestação pró Bolsonaro em Las Vegas no mesmo ano.

Confusão no show de Dua Lipa

Também em 2018, Liziane precisou deixar a área vip de um show da cantora Dua Lipa, que aconteceu nos Estados Unidos, ao usar no evento uma peça de roupa escrito #elesim. “Fui convidada para ir ao show da Dua Lipa, que eu amo as músicas, estava entre uma área reservada e outra bem na frente do palco. Na segunda música do show, uma das seguranças pediu para eu me retirar e eu perguntei o motivo (obviamente) até que a segurança, após falar com alguém, perguntou o que eu estava vestindo por baixo da minha blusa e se eu poderia retirar minha t-shirt senão teria que me retirar dessa área separada”, contou a modelo nas redes sociais. No mesmo post, a brasileira afirmou que ia atrás de justiça contra essa atitude que ela classificou como um ato de intolerância.

Apoio ao ex-presidente Donald Trump

Liziane também demonstrou apoio ao ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. Em 2018, ela fez uma publicação com fotos de Trump, Bolsonaro e do ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Moro. “Meu coraçãozinho não aguenta esses três juntos! Trump, você me fez pagar uma fortuna de advogado só para agilizar minha naturalização para [mesmo assim] votar em você (risos), e não me arrependo”, escreveu a modelo na legenda.

Impactos da pandemia

No início da pandemia da Covid-19, em abril de 2020, Liziane usou as redes sociais para criticar as medidas tomadas pelo governo para tentar conter os danos causados pelo vírus. “O bloqueio foi feito para achatar a curva e não eliminar o vírus. É impossível esperar até que o vírus seja completamente eliminado de todo o mundo para reabrir. Vou me usar como exemplo: tenho algumas casas em Las Vegas que alugo (essa é minha renda principal). Eu disse a três dos meus inquilinos para não pagar o aluguel e usar o dinheiro para sobreviver. Por um mês, dois meses está tudo bem para mim, mas eu não posso aguentar isso para sempre ou vou quebrar. Eu também tenho contas a pagar. O mesmo se aplica a pequenas empresas e ao governo. Todos eles precisam de receita para continuar operando. Não estou dizendo para você não se preocupar com o vírus, estou dizendo para você tomar precauções e deixar nosso mundo funcionar novamente, não podemos ter uma recessão global.”

Fora do Miss Bumbum

Outra curiosidade sobre a modelo é que ela já foi desclassificada do concurso Miss Bumbum em 2017. O anúncio foi feito na página oficial do concurso: “Liziane Gutierrez, que representaria o Rio Grande do Norte no Miss Bumbum 2017, é desclassificada da competição por descumprir regra. A decisão da organização do concurso aconteceu depois que Liziane apareceu em matéria publicada pelo TMZ contando o procedimento estético para valorizar seu bumbum”. Vale ressaltar que para participar do concurso as concorrentes não podem ter prótese de silicone no glúteo.

Chris Brown acusado de agressão

Liziane também virou notícia no site americano TMZ, em 2016, ao acusar o rapper Chris Brown de agressão. Segundo a modelo, ela levou um soco enquanto tentava tirar uma foto em uma festinha participar do cantor. Na época, o artista americano negou as acusações dizendo que Liziane não esteve no seu quarto de hotel e que ela “não faz seu tipo”. A polícia de Las Vegas arquivou o caso por falta de provas.