Nicette Bruno morre aos 87 anos vítima da Covid-19

Informação foi confirmada pelo hospital; a atriz estava internada desde o dia 26 de novembro e teve um agravamento no seu quadro de saúde na última semana

  • Por Jovem Pan
  • 20/12/2020 13h46 - Atualizado em 20/12/2020 14h27
Divulgação/GloboNicette Bruno estava internada na Casa de Saúde São José, no Humaitá, Zona Sul do Rio de Janeiro

A atriz Nicette Bruno morreu na manhã deste domingo, 20, aos 87 anos de idade vítima da Covid-19. Ela estava internada na Casa de Saúde São José, no Humaitá, Zona Sul do Rio de Janeiro. Segundo a unidade de saúde, o estado de saúde da atriz, que estava internada desde o dia 26 de novembro, era grave, sendo que ela estava sedada em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e dependia de ventilação mecânica para respirar. Ao longo das últimas semanas, a atriz registrou um agravamento no seu estado de saúde por conta da Covid-19, chegando a passar por hemodiálise depois que a doença levou a uma piora na função renal. A informação foi confirmada à reportagem pelo hospital. Através de seu perfil no Instagram, a Rede Globo homenageou a “inesquecível Nicette Bruno”. A filha da atriz com o ator Paulo Goulart, Beth Goulart, também se manifestou através da rede social, pedindo forças para os “os familiares e para as equipes de saúde que estão trabalhando” no combate à Covid-19.

Seu primeiro trabalho como atriz aconteceu em 1945, quando interpretou Julieta na peça de teatro “Romeu e Julieta”. Nicette apareceu na televisão pela primeira vez em 1952,  em “A Corda”. Desde então a atriz colecionou participações em grandes produções, como as novelas “Selva de Pedra”, “Mulheres de Areia”, “Bebê a bordo”, “Alma Gêmea”, “Sete Pecados” e “Salve Jorge”. A atriz também ficou marcada por interpretar Dona Benta na série “Sítio do Picapau Amarelo”. Seu último trabalho foi a novela “Éramos Seis”, que foi ao ar na TV Globo até março de 2020.