Rita Lobo pede desculpas após fazer piada racista envolvendo Nise Yamaguchi

Apresentadora do GNT foi criticada por seguidores como a atriz Ana Hikari após divulgar uma receita da culinária japonesa e comentar que não havia cloroquina nos ingredientes

  • Por Jovem Pan
  • 02/06/2021 11h28 - Atualizado em 02/06/2021 17h21
Reprodução/Instagram/ritalobo/Agência Senado/Jefferson Rudy/02.06.2021Rita Lobo apagou o post em que fazia uma piada racista envolvendo Nise Yamaguchi

A apresentadora e chef de cozinha Rita Lobo, que apresenta o programa “Cozinha Prática” no GNT, pediu desculpas após fazer um comentário considerado racista sobre a médica Nise Yamaguchi, que prestou depoimento na última terça-feira, 1, na CPI da Covid. Ao postar o link de uma receita no Twitter, Rita escreveu: “Okonomiyaki, que muitos chamam de panqueca japonesa, não leva cloroquina nos ingredientes”. Vale ressaltar que Nise Yamaguchi falou em seu depoimento sobre as acusações de que teria sugerido alterar a bula da cloroquina, medicamento que para o presidente Jair Bolsonaro deveria ser usado no tratamento da Covid-19. Vários seguidores, incluindo os que não concordaram com as opiniões da médica, criticaram a atitude da apresentadora.

“Nossa, Rita Lobo, fazer piada com a origem racial da doutora… jura? Tantas maneiras de atacar a incoerência e incompetência dessa pessoa, mas você escolheu a maneira mais racista. Parabéns. Quando alguém é incompetente, você pode criticar a incompetência da pessoa sem associar isso a raça dela. Associando a raça na crítica ou, pior ainda, fazendo piada com a raça você só está sendo incorreta. Vulgo: é uma atitude racista”, comentou a atriz Ana Hikari, que protagonizou a novela “Malhação: Viva a Diferença” e possui descendência japonesa. “Rita, te adoro, mas deu mole nesse post. Recomendo ler as respostas (em especial as de pessoas asiáticas) e repensar a respeito”, alertou um seguidor. “O grande problema é que quem é asiático vive ouvindo brincadeirinhas sobre diversas coisas. Isso é micro agressão que literalmente a gente cresce ouvindo. Não tem nenhum motivo para relacionar comida japonesa ou ancestralidade com o fato da Yamaguchi ser uma boçal”, escreveu outro. Em meio a repercussão, a chef de cozinha apagou o post e se retratou: “Eu errei. Peço desculpas à comunidade japonesa e aos meus seguidores. O tuíte anterior é racista e, por esse motivo, vou apaga-lo”.