Uma Thurman revela assédio de Weinstein: “ele tentou se forçar contra mim”

  • Por Jovem Pan
  • 03/02/2018 15h31
Reprodução/ The New York TimesAtriz afirmou que Harvey Weinstein fez "todas as coisas desagradáveis" em quarto de hotel

Depois de indicar ter sido uma das vítimas de assédio de Harvey Weinstein, Uma Thurman detalhou as vezes em que o produtor de Hollywood a assediou e “se forçou” contra ela ao longo dos anos. Em entrevista ao The New York Times, ela disse que se sentiu “envergonhada” quando as denúncias contra o produtor começaram a surgir. 

Uma Thurman relatou que os eventos começaram logo depois do sucesso de “Pulp Fiction”, filme produzido por Weinstein. A primeira tentativa de assédio aconteceu durante uma reunião no quarto do produtor em Paris quando ele tirou suas roupas na frente dela e a chamou para uma sauna, mas ela fugiu.

Pouco depois, em Londres, Harvey a atacou. “Ele me colocou no chão e tentou se forçar em mim. Ele queria se expor e fez todas as coisas desagradáveis possíveis”, contou ao lembrar que no dia seguinte o produtor enviou um buquê de rosas para se desculpar e ela resolveu enfrentá-lo.

“Eu disse a ele: ‘se você fizer o que fez comigo com outras pessoas você vai perder sua carreira, sua reputação e sua família, eu prometo”, falou. Em resposta, Harvey ameaçou destruir a carreira de Thurman.

Durante a entrevista, Uma Thurman ainda lembrou de outra situação delicada que passou com Quentin Tarantino durante as filmagens de “Kil Bill”. O diretor a forçou a fazer cenas perigosas que a deixaram com um pescoço e os joelhos “permanentemente prejudicados”.

Em comunicado, Harvey Weinstein reconheceu que “deu em cima” de Thurman em Londres, mas nunca a assediou fisicamente.