Grammy Latino 2021: Giulia Be, Barões da Pisadinha e Duda Beat estão entre os indicados; veja lista

Caetano Veloso, Ivete Sangalo, Emicida e Anavitória também concorrem nas principais categorias

  • Por Jovem Pan
  • 28/09/2021 12h45 - Atualizado em 28/09/2021 17h50
Reprodução/Instagram/giulia/dudabeat/osbaroesdapisadinhaoficial/28.09.2021 Giulia Be, Barões da Pisadinha, Duda Beat concorrem ao Grammy Latino

Os indicados aos Grammy Latino 2021 foram divulgados nesta terça-feira, 28, e vários artistas brasileiros estão concorrendo entre as 53 categorias do prêmio. Giulia Be, por exemplo, é dos destaques da categoria Artista Revelação. A dupla Barões da Pisadinha, que emplacou diversos hits no último ano, pode levar o prêmio de Melhor Álbum Sertanejo por “Conquistas”. Duda Beat concorre na categoria Melhor Álbum de Pop Contemporâneo em Língua Portuguesa. Já a Melhor Canção em Língua Portuguesa é disputada por artistas como Nando Reis, Melim, além de Ivete Sangalo em parceria com Emicida, e Anavitória com Lenine. Caetano Veloso, Nana Caymmi e Vitor Kley também aparece entre os indicados. A cerimônia acontece no próximo dia 18 de novembro em Las Vegas, nos Estados Unidos. Veja a lista de indicados nas principais categorias:

Álbum do Ano

  • “Vértigo” — Pablo Alborán
  • “Mis Amores” — Paula Arenas
  • “El Último Tour Del Mundo” — Bad Bunny
  • “Salswing!” — Rubén Blades e Roberto Delgado & Orquesta
  • “Mis Manos” — Camilo
  • “Nana, Tom, Vinícius” — Nana Caymmi
  • “Privé” — Juan Luis Guerra
  • “Origen” — Juanes
  • “Un Canto Por México, Vol. II” — Natalia Lafourcade
  • “El Madrileño” — C. Tangana

Canção do Ano

  • A Tu Lado — Paula Arenas
  • A Veces — Diamante Eléctrico
  • Agua — Tainy & J Balvin
  • Canción Bonita — Carlos Vives & Ricky Martin
  • Dios Así Lo Quiso — Ricardo Montaner & Juan Luis Guerra
  • Hawái — Maluma
  • Mi Guitarra — Javier Limón, Juan Luis Guerra & Nella
  • Patria y Vida — Yotuel, Gente De Zona, Descemer Bueno, Maykel Osorbo & El Funky
  • Que Se Sepa Nuestro Amor — Mon Laferte & Alejandro Fernández
  • Si Hubieras Querido — Pablo Alborán
  • Todo De Ti — Rauw Alejandro
  • Vida De Rico — Camilo

Gravação do Ano

  • Si Hubieras Querido — Pablo Alborán
  • Todo De Ti — Rauw Alejandro
  • Un Amor Eterno (Versión Balada) – Marc Anthony
  • A Tu Lado — Paula Arenas
  • Bohemio — Andrés Calamaro & Julio Iglesias
  • Vida de Rico — Camilo
  • Suéltame, Bogotá — Diamante Eléctrico
  • Amém — Ricardo Montaner, Mau y Ricky, Camilo, Evaluna Mountaner
  • Dios Así Lo Quiso — Ricardo Montaner & Juan Luis Guerra
  • Te Olvidaste — C. Tangana & Omar Apollo
  • Talvez — Caetano Veloso & Tom Veloso

Melhor Artista Revelação

  • Giulia Be
  • María Becerra
  • Bizarrap
  • Boza
  • Zoe Gotusso
  • Humbe
  • Rita Indiana
  • Lasso
  • Paloma Mami
  • Marco Mares
  • Juliana Velásquez

Melhor Álbum Pop Vocal

  • “Dios Los Cría” — Andrés Calamaro
  • “Mis Manos” — Camilo
  • “Munay” — Pedro Capó
  • “K.O” — Danna Paola
  • “De México” — Reik

Melhor Álbum Pop Vocal Tradicional

  • “Vértigo” — Pablo Alborán
  • “Mis Amores” — Paula Arenas
  • “Privé” — Juan Luis Guerra
  • “Doce Margaritas” — Nella
  • “Atlántico a Pie” — Diego Torres

Melhor Canção Pop

  • Adiós — Sebastián Yatra
  • Ahí — Nella
  • Canción Bonita — Carlos Vives & Ricky Martin
  • La Mujer — Mon Laferte & Gloria Trevi
  • Vida de Rico — Camilo

Melhor Fusão/Interpretação Urbana

  • “El Amor es una Moda” — Alcover, Juan Magan & Don Omar
  • “Tattoo (Remix)” — Rauw Alejandro & Camilo
  • “Nathy Peluso: BZRP Music Sessions, Vol. 36” — Bizarrap & Nathy Peluso
  • “Diplomatico” — Major Lazer Featuring Guaynaa
  • “Hawái (Remix)” — Maluma & The Weeknd

Melhor Interpretação Reggaeton

  • Tu Veneno — J. Balvin
  • La Tóxica — Farruko
  • Bichota — Karol G
  • Caramelo — Ozuna
  • La Curiosidad —Jay Wheeler, DJ Nelson & Myke Towers

Melhor Canção “Urban”

  • A Fuego — Farina
  • Agua — Tainy & J Balvin
  • Dákiti — Bad Bunny & Jhay Cortez
  • La Curiosidad — Jay Wheeler, DJ Nelson & Myke Towers
  • Patria Y Vida — Yotuel, Gente De Zona, Descemer Bueno,
  • Maykel Osorbo — El Funky

Melhor Álbum de Música “Urban”

  • “Goldo Funky” — Akapellah
  • “El Último Tour Del Mundo” — Bad Bunny
  • “Monarca” — Eladio Carrion
  • “ENOC” — Ozuna
  • “Lyke Mike” —Myke Towers

Melhor Canção Rap/Hip Hop

  • Booker T — Bad Bunny
  • Condenados — Akapellah
  • La Vendedora de Placer — Lito MC Cassidy
  • Sana Sana — Nathy Peluso
  • Snow Tha Product: BZRP Music Sessions — Bizarrap, Snow Tha Product

Melhor Canção em Língua Portuguesa

  • A Cidade — Chico Chico e João Mantuano
  • Amores e Flores— Melim
  • Espera a Primavera — Nando Reis
  • Lágrimas de Alegria — Maneva & Natiruts
  • Lisboa — Anavitória e Lenine
  • Mulheres Não Têm que Chorar — Ivete Sangalo & Emicida

Melhor Álbum de Pop Contemporâneo em Língua Portuguesa

  • “Cor” — Anavitória
  • “A Bolha” — Vitor Kley
  • “Duda Beat & Nando Reis” — Duda Beat e Nando Reis
  • “Será que Você Vai Acreditar?” — Fernanda Takai
  • “Chegamos Sozinhos em Casa” — Tuyo

Melhor Álbum de Rock ou de Música Alternativa em Língua Portuguesa

  • “Álbum Rosa” — A Cor do Som
  • “Emidoinã” — André Abujamra
  • “Oxeaxeexu” — BaianaSystem
  • “Assim Tocam Meus Tambores” — Marcelo D2
  • “Fôlego” — Scalene
  • “O Bar me Chama” — Velhas Virgens

Melhor Álbum de Samba/Pagode

  • “Rio: Só Vendo a Vista” — Martinho Da Vila
  • “Sempre Se Pode Sonhar” — Paulinho da Viola
  • “Nei Lopes, Projeto Coisa Fina e Guga Stroeter no Pagode Black Tie” — Nei Lopes, Projeto Coisa Fina e Guga Stroeter
  • “Samba de Verão” — Diogo Nogueira
  • “Onze (Músicas inéditas de Adoniran Barbosa)” — Vários Artistas

Melhor Álbum de Música Popular Brasileira

  • “Canções D’Além Mar” — Zeca Baleiro
  • “H.O.J.E” — Delia Fischer
  • “Tempo de Viver” — Thiago Holanda
  • “Bom Mesmo É Estar Debaixo D’Água” — Luedji Luna
  • “Do Meu Coração Nu” — Zé Manoel

Melhor Álbum de Música Sertaneja

  • “Tempo de Romance” — Chitãozinho e Xororó
  • “Daniel em Casa” — Daniel
  • “Patroas” — Marília Mendonça, Maiara & Maraísa
  • “Conquistas” — Os Barões da Pisadinha
  • “Pra Ouvir no Fone” — Michel Teló

Melhor Álbum de Música de Raízes em Língua Portuguesa

  • “Sambadeiras” – Luiz Caldas
  • “Do Coração” – Sara Correia
  • “Orin A Língua dos Anjos” – Orquestra Afrosinfônica
  • “Eu e Vocês” – Elba Ramalho
  • “Arraiá da Veveta” – Ivete Sangalo