Morre Gerson King Combo, ícone do soul brasileiro, aos 76 anos

Cantor foi internado no Rio e morreu nesta terça-feira (22) após infecção generalizada causada por complicações da diabetes

  • Por Jovem Pan
  • 23/09/2020 12h02
Divulgação/FacebookGerson King Combo morreu aos 76 anos

O cantor Gerson King Combo morreu na noite desta terça-feira (22), aos 76 anos, por complicações relacionadas à diabetes. Em comunicado oficial, a equipe do músico informou que ele teve uma “súbita internação” provocada por uma infecção generalizada. “Que Deus o tenha e console o coração da família, amigos e fãs”, diz o texto divulgado no Facebook. Na segunda-feira (21), também pela rede social, a equipe havia comunicado que o cantor já estava em casa após ter passado mal. Ele faria uma live no Caxias Music Festival, que foi cancelada pelo mal-estar.

Nascido no Rio de Janeiro, Gérson Rodrigues Côrtes ficou conhecido com um dos maiores expoentes do movimento Black Rio, inspirado em nomes como James Brown, King Curtis e Little Richard. No fim dos anos 1970, gravou os dois discos mais famosos da carreira: “Gerson King Combo“, de 1977, e “Gerson King Combo – Volume II“, de 1978. Os álbuns tinham os hits “Mandamentos Black”, “God Save The King” e “Funk Brother Soul”. O último disco inédito dele saiu em 2009, “Soul da Paz“.

Nas redes sociais, muitos artistas e fãs lamentaram a morte de Gerson King Combo. “Gerson King Combo, muito obrigado por tudo o que você fez pela nossa música e cultura negra.  Uma das maiores honras da minha vida, foi ter a sua amizade, você foi um Pai na música pra mim. Continuo seguindo os mandamentos BLACK. Descanse em paz, EU TE AMO BROTHER”, escreveu Thaíde. “Vá em paz.  Por aqui, muita gratidão pelo que você fez, e nossos sentimentos aos familiares, amigos e fãs”, disse o rapper Rashid.