Em carta aberta a Taylor Swift, Scooter Braun diz ter sofrido ameaças de morte

  • Por Jovem Pan
  • 22/11/2019 08h30
Reprodução/InstagramTaylor Swift e Scooter Braun estão brigando por catálogo da cantora

Scooter Braun quebrou o silêncio sobre a rixa que tem com Taylor Swift, com uma longa carta publicada em sua conta no Instagram. A briga começou em junho, quando Braun comprou a Big Machine Records, que detém os direitos sobre todo o catálogo de músicas de Swift.

Ela alegou que não teve a possibilidade de adquirir sua própria obra. Na semana passada, Taylor fez um longo desabafo acusando o empresário de impedi-la de apresentar as suas músicas antigas no American Music Awards – em que ela receberá prêmio por sua carreira.

Depois de dizer que não queria entrar em uma guerra nas redes sociais com a cantora, ele finalmente decidiu escrever a carta após sua família, segundo ele, sofrer ameaças de morte.

O empresário ressaltou que não quer que nenhuma violência ocorra, afirmando que tentou contato com Taylor desde a primeira carta aberta da cantora cinco meses atrás, sem sucesso.

“Quase parece que você não tem nenhum interesse em resolver o conflito. Nesse momento, com a segurança se tornando um problema, eu não tenho escolha a não ser pedir publicamente para que a gente se reúna e tente entrar em um acordo. Eu tentei repetidas vezes por meio de sua assessoria tentar uma solução, mas infelizmente aqui estamos nós. O telefone não está funcionando”, rebateu.

Na carta, Scooter também disse acreditar que Taylor deva apresentar suas músicas no American Music Awards.

View this post on Instagram

@taylorswift

A post shared by Scooter Braun (@scooterbraun) on