Disney+ adiciona novos ‘avisos de racismo’ em animações clássicas

‘Peter Pan’, ‘Dumbo’, ‘Mogli’ e ‘Aristogatas’ ganharam alertas sobre contextos racistas e ultrapassados

  • Por Jovem Pan
  • 19/10/2020 10h59
Reprodução'Peter Pan', animação de 1953, ganhou aviso sobre conteúdo ultrapassado por caracterização racistas dos povos indígenas dos Estados Unidos

O Disney+, plataforma de streaming do estúdio, adicionou novos “avisos de racismo” na sinopses de suas animações clássicas como “Dumbo”, “Peter Pan”, “Mogli”, “Aristogatas” e “A Cidadela Robinson”. Lançado em novembro do ano passado, o streaming já tinha chamado a atenção do público ao sinalizar desde sua estreia que os filmes “A Dama e o Vagabundo”, “Fantasia”, entre outros, tinham “representações culturais ultrapassadas”. Agora, a adição do aviso em outras animações clássicas da Disney reforça o compromisso da empresa em contextualizar caracterizações racistas e estereotipadas de personagens infantis.

Cada produção tem sua própria explicação do porquê é considerado racista ou preconceituoso. No caso de “Peter Pan”, por exemplo, o estúdio destaca que os indígenas retratados na animação de 1953 “não refletem a diversidade dos povos nativos nem suas autênticas tradições culturais”. Além disso, a Disney destaca que o filme usa repetidamente o termo “pele vermelha”, expressão “que zomba e se apropria” da cultura e imagem dos indígenas.