Brasileiro Fernando Martelli se naturaliza para defender seleção boliviana

  • Por Agencia EFE
  • 22/09/2015 19h59

La Paz, 22 set (EFE).- O zagueiro brasileiro Fernando Martelli, jogador do The Strongest, completou nesta terça-feira os trâmites necessários para se naturalizar boliviano e defender a seleção do país vizinho, possibilidade que já foi levada em conta pelo técnico da equipe, Julio Cesar Baldivieso.

“Sempre fui muito bem tratado, e a verdade é que estou muito orgulhoso. Agora com os papéis sei que tudo é mais fácil, mas vou continuar trabalhando, vou manter a mesma humildade para que um dia, se Deus quiser, possa vestir a camisa verde”, declarou Martelli.

Pouco conhecido no Brasil, o defensor de 29 anos está na Bolívia desde 2011. No país, jogou por La Paz, Real Potosí e Nacional Potosí até ser contratado pelo Strongest em juho de 2014.

A Bolívia estreará nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018 em 8 de outubro contra o Uruguai, no estádio Hernando Siles, em La Paz, a 3,6 mil metros do nível do mar. A seleção atravessa vários problemas, o principal deles a briga entre Baldivieso e dos dois principais atletas locais, o volante Ronald Raldes e o atacante Marcelo Moreno, que já anunciaram que renunciarão a possíveis convocações. EFE