Com BMW, Zanardi retorna às pistas na Blancpain Sprint Séries

  • Por Agencia EFE
  • 21/01/2014 09h46

Madri, 21 jan (EFE).- O ex-piloto de Fórmula 1 italiano Alex Zanardi, que em 2001 teve ambas as pernas amputadas após um acidente, voltará neste ano às competições com a BMW na Blancpain Sprint Series (FIA GT Series).

Zanardi, de 47 anos, conduzirá uma BMW Z4 GT3 da equipe ROAL Motorsport, que foi especialmente modificada para suas condições.

Não é a primeira vez que o piloto, de 47 anos, participa de uma competição automobilística desde seu acidente, já que, entre outras coisas, pilotou uma BMW no Campeonato de Carros de Passeio.

Além disso, nos últimos Jogos Paralímpicos de Londres, Zanardi conquistou duas medalhas de ouro no ciclismo e nesse mesmo ano completou provas com a BMW M3 da DTM.

No entanto, essa será a primeira vez que o piloto vai disputar uma sessão completa para esta marca desde 2009.

“Alex está conosco outra vez. Não posso expressar a felicidade que estou que de que um dos maiores heróis da história da BMW esteja outra vez ao volante de um de nossos carros”, indicou em comunicado o diretor da BMW Motorsport, Jens Marquardt.

“Do ponto de vista humano e esportivo, Alex é um exemplo para todos nós. Estou convencido de que ele aproveitará este novo desafio nas Blancpain Sprint Séries”, disse Marquardt.

Zanardi afirmou que apesar dos anos que ficou fora do automobilismo, continua sendo “um piloto de coração” e que sempre pensou em voltar a concorrer.

O italiano sofreu a amputação de ambas as pernas como consequência do grave acidente de 15 de setembro de 2001 no circuito alemão de Lausitz, em uma corrida do campeonato ChampCar.

O italiano, que liderava a prova, perdeu o controle de seu Reynard-Honda na saída dos boxes, rodou no meio da pista no momento no qual chegava seu compatriota Alex Tagliani, que não pôde fazer nada por evitar o violento impacto.

A Reynard-Honda de Zanardi ficou partida em duas e o piloto italiano foi internado em um centro hospitalar de Berlim, onde permaneceu vários dias em coma induzido. Em uma tentativa desesperada para salvar sua vida, os médicos tiveram que amputar as duas pernas do piloto.

Como piloto de F1, Zanardi competiu em 41 grandes prêmios com as equipes Jordan (1991), Minardi (1992), Lotus (1993-1994) e Williams (1999).

O italiano também foi duas vezes campeão das Champ Car World Series, competição no qual concorreu entre 1996 e 1998 e em 2001, a temporada de seu acidente.

Após perder as duas pernas, Zanardi reapareceu como piloto no Campeonato de Carros de Passeio (WTCC) ao volante de uma BMW 320i adaptada. O piloto conquistou quatro vitórias, e em 2007 se centrou em competir no ciclismo adaptado. EFE