Conmebol divulga áudio do VAR de gol do Brasil; Colômbia pede suspensão de árbitros 

Em vídeo divulgado pela entidade máxima do futebol da América do Sul, um narrador explica que a partida não foi paralisada por Pitana porque a bola toca no árbitro e volta a um jogador brasileiro, ‘sem produzir um ataque promissor’ e ‘respeitando as regras do jogo’

  • Por Jovem Pan
  • 24/06/2021 11h55 - Atualizado em 24/06/2021 19h33
THIAGO RIBEIRO/AGIF - AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDOJogadores de Brasil e Colômbia discutem durante partida válida pela Copa América

A Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) divulgou na manhã desta quinta-feira, 24, o áudio do VAR durante a análise do polêmico gol da seleção brasileira na vitória de virada sobre a Colômbia, em partida realizada ontem, no Nilton Santos, pela quarta rodada da fase de grupos da Copa América. No lance, ocorrido já no segundo tempo, enquanto os colombianos venciam a partida, a bola toca no árbitro Néstor Pitana. Na sequência, ela volta para o Brasil que faz o gol em cruzamento de Renan Lodi e cabeçada de Firmino — no fim, Casemiro determinaria o triunfo para a equipe da casa. Em meio aos protestos dos “Cafeteros” e da checagem da jogada, a partida ficou parada por 8 minutos.

Em vídeo divulgado pela entidade máxima do futebol da América do Sul, um narrador explica que a partida não foi paralisada por Pitana porque a bola toca no árbitro e volta a um jogador brasileiro, “sem produzir um ataque promissor” e “respeitando as regras do jogo”. A Conmebol também explica que, de acordo com a regra, a partida só deveria ser interrompida em três situações: o início de um ataque promissor a uma das equipes, se a bola entrasse no gol ou se a posse de bola trocasse de equipe. Nos áudios de análise do VAR, o órgão também revela que a análise durou cerca de 8 minutos porque o VAR estava analisando uma suposta condição de impedimento de um jogador brasileiro. No áudio, também é possível escutar o juiz explicando aos atletas colombianos: “Segue a posse de bola da mesma equipe. Essa é a regra”. Assista abaixo.

A Federação Colombiana de Futebol (FCF), no entanto, emitiu um comunicado oficial protestando contra a arbitragem, que teria afetado “diretamente o resultado da partida”. Em nota, a entidade também pediu a suspensão de Pitana e dos árbitros que estavam na cabine do VAR, citando um exemplo recente para justificar a sua solicitação. “A FCF pediu à CONMEBOL a suspensão imediata dos árbitros da partida, assim como recentemente a Comissão de Arbitragem suspendeu dois árbitros colombianos pelo grave erro que consistiu na anulação de um gol durante a partida pelas Eliminatórias da Copa Catar 2022, no jogo entre Uruguai e Paraguai, em 3 de junho”, escreveu.

Com a vitória, a seleção brasileira manteve os 100% de aproveitamento na Copa América, registrando três vitórias em três duelos e garantindo sua classificação para as quartas de final. Agora, a equipe treinada por Tite volta a campo no próximo domingo, 27, quando recebe o Equador, em Goiânia. Atrás do Brasil do Grupo B, a Colômbia é a segunda colocada com 4 pontos, mas já fez todas as suas partidas na fase de grupos. Ainda assim, os colombianos também estão classificados para o mata-mata, já que podem cair até a quarta posição – apenas uma seleção será eliminada por chave.

Leia o comunicado da Federação Colombiana completo:

A Federação Colombiana de Futebol informa que procedeu à apresentação de uma nota de protesto contra a arbitragem durante a partida de 23 de junho da CONMEBOL Copa América 2021 perante a maior organização sul-americana de futebol.

Neste encontro, aos 77 minutos do jogo, foi apresentado um lance em que a bola rebate no árbitro central Néstor Pitana e conduz a um promissor ataque da equipe brasileira que termina com um gol.

Do VAR chegaram até a indicar ao árbitro que o passe do jogador brasileiro que ricocheteou no árbitro ia ser recebido por um colombiano. No entanto, o juiz central e os árbitros VAR decidiram omitir a aplicação da Regra 9 das regras do jogo, afetando diretamente o resultado da partida.

A FCF pediu à CONMEBOL a suspensão imediata dos árbitros da partida, assim como recentemente a Comissão de Arbitragem suspendeu dois árbitros colombianos pelo grave e manifesto erro que consistiu na anulação de um gol durante a partida pelas Eliminatórias da Copa. Catar 2022 jogo entre Uruguai e Paraguai em 3 de junho.