Conmebol suspende árbitros de Argentina x Brasil por ‘erro grave’ em lance envolvendo Otamendi

A entidade que rege o futebol da América do Sul também divulgou o áudio do VAR da partida; confira

  • Por Jovem Pan
  • 17/11/2021 13h46
EFE/Juan Ignacio RoncoroniO árbitro Andrés Cunha foi suspenso pela Conmebol por não expulsar Otamendi

A Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) decidiu, nesta quarta-feira, 17, suspender por tempo indeterminado o árbitro Andrés Cunha e o assistente de vídeo Esteban Ostojich, ambos do Uruguai, que trabalharam no empate entre Argentina e Brasil, na noite da última terça, em San Juan, pelas Eliminatórias Sul-Americanas da Copa do Mundo de 2022. Em comunicado, a entidade disse que considerou um “erro grave” a falta de um cartão vermelho ao zagueiro Nicolás Otamendi, responsável por desferir uma cotovelada no atacante Raphinha, ainda no primeiro tempo do jogo realizado pela 14ª rodada – o juiz sequer deu falta na jogada.

Nos áudios divulgados pela Conmebol, é possível verificar que Ostojich considera a falta cometida por Otamendi para cartão amarelo, classificando o golpe com “intensidade média”. A entidade que rege o futebol da América do Sul, entretanto, considerou uma “conduta violenta do jogador n°19 Nicolás Hernán Gonzalo Otamendi (ARG), contra um adversário, colocando em risco a integridade física do mesmo com uso do braço no rosto”. Assista à revisão abaixo.