Andrés Sanchez, presidente do Corinthians, recebe alta hospitalar após 10 dias de internação

  • Por Jovem Pan
  • 15/03/2019 11h28
Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians Sanchez estava acumulando cargos no Corinthians

Presidente do Corinthians, Andrés Sanchez recebeu alta nesta sexta-feira (15), no Hospital São Luiz, em São Paulo. Ele sofreu encefalite viral, uma inflamação no cérebro, e precisou ficar internado por 10 dias para afastar qualquer perigo.

“Andrés recebeu alta em ótimas condições clínicas e laboratoriais”, disse o diretor adjunto de futebol do Corinthians, Jorge Kalil, que também é médico.

Agora o dirigente corintiano deve continuar a recuperação em casa e voltar ao trabalho na próxima segunda-feira (18).

Durante o período em que esteve internado, Andrés não assinou o termo de afastamento da presidência. Edna Murad, primeira vice-presidente, era responsável por assinar documentos e procurações nos últimos dias.

Aos 55 anos, Andrés chegou a ficar na UTI, a unidade de tratamento intensivo do hospital. A expectativa era de que o mandatário recebesse alta no início desta semana. Exame de sangue apresentaram resultados “um pouco alterado”, de acordo com Kalil, e, por isso a alta foi adiada.

A encefalite viral é uma inflamação no sistema nervoso central que causa fortes dores de cabeça, febre e até convulsões. O tratamento exige medicação, repouso e ingestão de líquidos.

Andrés estava trabalhando normalmente antes da internação e chegou a acumular a gestão da área de marketing do clube após a saída de Luiz Paulo Rosenberg. O presidente corintiano ainda não definiu novo nome para cuidar do departamento.

Com Estadão Conteúdo