Corinthians homenageia garoto de 11 anos vítima de racismo em uniforme

Na partida desta segunda-feira contra o Goiás, todos os jogadores levaram o nome de Luiz Eduardo em suas camisas; nas redes sociais, clube também se solidarizou com Gerson, do Flamengo

  • Por Jovem Pan
  • 21/12/2020 21h16
Reprodução/ Twitter @CorinthiansTodos os jogadores entraram com o nome de Luiz Eduardo estampado nas camisas

O Corinthians entrou na onda de solidariedade pelo garoto Luiz Eduardo, vítima de racismo durante um torneio de futebol para crianças em Goiás, na semana passada. O vídeo do menino de 11 anos chorando e relatando que o treinador da equipe adversário disse várias vezes “fecha o preto”, viralizou e causou comoção até em Neymar, que postou um vídeo nas redes sociais desejando forças para Luiz. Justamente contra o Goiás, o Timão estampou o nome de Luiz Eduardo na camisa de todos os jogadores. Em suas redes sociais, o clube postou. “Estamos juntos na luta #RacismoNuncaParabéns a @SantosFC, @FluminenseFC e @VascodaGama pelas atitudes com o menino Luiz Eduardo. Nesta noite entraremos em campo fazendo a nossa parte”.

Santos, Fluminense e Vasco oferecem a Luiz Eduardo um teste para ingressar nos clubes em 2021. A postagem rendeu respostas dos times adversários. O Santos escreveu. “Obrigado, @Corinthians! E parabéns, também, por essa grande atitude na noite de hoje. Essa luta também é nossa e estamos todos do mesmo lado! #RacismoNunca”. O Tricolor das Laranjeiras também respondeu. A luta contra o racismo não para um segundo, @Corinthians!”. Até o momento desta publicação, o perfil do Vasco não tinha se pronunciado pela citação. O Corinthians também lembrou do meia Gerson, do Flamengo, que sofreu injúria racial ontem durante partida contra o Bahia.