Sylvinho faz balanço de trabalho no Corinthians e projeta clássico contra o São Paulo

O treinador falou sobre como avalia seu trabalho no Alvinegro paulista e negou ser favorito no Majestoso, marcado para segunda-feira, 18, no Morumbi

  • Por Jovem Pan
  • 15/10/2021 14h25
Reprodução/CorinthiansSylvinho (à direita) concedeu entrevista ao lado do auxiliar Doriva

Em cerca de quatro meses no Corinthians, Sylvinho já viveu de tudo um pouco. Após um início ruim no comando do Alvinegro, com eliminação precoce na Copa do Brasil e baixo aproveitamento no Brasileirão, o treinador conseguiu fazer o time do Parque São Jorge evoluir, contando com a chegada de alguns reforços importantes. Nesta sexta-feira, 15, o técnico fez um balanço de como está sendo sua passagem no Timão, que, até o momento, tem 28 partidas, com 10 vitórias, 11 empates e 7 derrotas, um aproveitamento de quase 49%. Segundo o “professor”, a torcida corintiana já pôde ver a sua cara na equipe, como uma defesa mais sólida e um meio-campo mais criativo.

“É um período curto, bom, já dá para ver coisas, uma organização sadia e forte no grupo. Temos compensações, na saída do zagueiro tem um volante que entra. Nosso processo defensivo é sincronizado. A parte defensiva não são só os atletas da L4, (linha de quatro) é um sistema, que buscamos movimentos. Vejo eles com uma grande melhoria. Vejo construção com Cantillo, antes com Gabriel e Roni, depois uma nova amostra com Vitinho no lugar do Roni e hoje com Renato e Giuliano. Entendo que esse tripé tem funcionado muito bem, de formas diferentes. E a descoberta de jovens talentos, que se mostram com virtude. A construção de meio tem funcionado”, analisou Sylvinho, em entrevista coletiva.

Na sexta colocação do Brasileiro, o Corinthians tenta entrar o G-4 para assegurar uma vaga na fase de grupos da Copa Libertadores da América do ano que vem. O próximo compromisso acontecerá na segunda-feira, 18, no Morumbi, diante do São Paulo, que tenta se afastar da zona de rebaixamento. Sobre um possível favoritismo diante do Tricolor, Sylvinho negou e disse que espera uma partida equilibrada. “Indifere a situação do adversário. É clássico, jogo de muita rivalidade, disputado, não está em jogo objetivos ou momento de um ou outro. Está em jogo 90 minutos, um clássico, camisa, rivalidade. Jogo duro. Os dois terão suas estratégias, tem muita qualidade dos dois lados e é isso que esperamos e projetamos para segunda-feira. O campeonato já é de grau de dificuldade grande.”