Vagner Mancini explica titularidade de Jô e fala sobre uso da base no Corinthians

O treinador do Alvinegro paulista respondeu sobre o mau momento do centroavante e comentou o motivo de não lançar vários jogadores jovens de uma vez

  • Por Jovem Pan
  • 24/03/2021 10h45 - Atualizado em 24/03/2021 10h46
Foto: ANDRÉ ANSELMO/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDOVagner Mancini durante partida do Corinthians pelo Campeonato Paulista

O Corinthians venceu o Mirassol por 1 a 0, na noite da última terça-feira, em Volta Redonda, no Rio de Janeiro, em confronto válido pela quinta rodada do Campeonato Paulista. Apesar do resultado positivo, o Alvinegro demonstrou fragilidades táticas, não convenceu e se salvou de um empate graças a uma defesa de pênalti do goleiro Cássio. Depois da partida, em entrevista coletiva, o treinador Vagner Mancini foi questionado sobre o desempenho do time, incluindo o do atacante . Em mau momento, o ídolo da torcida corintiana ainda não emplacou em seu retorno ao Parque São Jorge.

“Eu sou prova de que o Jô tem tentado muito melhorar. E ele tem melhorado. Nesses últimos jogos, ele vem jogando mais do que nas partidas anteriores. Inclusive, ele fez um bom jogo, segurando os zagueiros, ganhando bolas pelo alto e tentando se movimentar, mas ainda distante daquele Jô que a gente sabe que ele pode ser. É fundamental que a gente entenda o que está acontecendo e dê a ele uma oportunidade gradual para que tenhamos aquele atleta que nós sabemos que ele pode ser. Ele pode decidir partidas e fazer muitos gols. Hoje, após a saída dele, nós sentimos um pouco porque estávamos dominando aquele setor”, comentou Vagner Mancini.

O treinador ainda precisou responder sobre o motivo de não lançar vários jogadores oriundos das categorias de base de uma vez. Chances estão sendo dadas. Não posso fazer a entrada de vários garotos de uma vez porque eles vão sentir dificuldades. Hoje (terça-feira) vi o Cauê com dificuldades. Estamos tentando ao longo desse tempo amadurecer os jogadores. Entram, fazem parte. Vou citar o exemplo do Rodrigo que oscilou nos últimos jogos. Hoje fez um bom jogo, mas ainda distante do que pode realizar no começo, depois se recuperando”, afirmou.

O Alvinegro paulista volta a campo na próxima sexta-feira, 26, quando enfrenta o Retrô-PE, em jogo válido pela segunda rodada da Copa do Brasil. Devido à fase vermelha no Estado de São Paulo, o duelo foi transferido para a cidade de Saquarema, no Rio de Janeiro. “Nós sabemos como foi difícil sair de São Paulo e chegar aqui, mas também foi pelo lado do Mirassol. Não pode ser usado como muleta, é preciso montar estratégia. Muito em cima do que está acontecendo no país, estamos sensibilizados. Mas temos que entrar em campo para mostrar nosso valor com afinco. Vitória veio como prêmio diante da dificuldade da partida e de todo o momento vivido”, completou Mancini.