Douglas Costa xinga torcedores que o acusaram de forçar suspensão: ‘Sou mais gremista que vocês’

Na ocasião, quando o Tricolor gaúcho já vencia os paulistas por 2 a 0, o atacante ignorou a recomendação do árbitro para deixar o campo durante sua substituição e acabou sendo advertido com o terceiro cartão amarelo

  • Por Jovem Pan
  • 03/12/2021 10h24
PEDRO H. TESCH/AGIF - AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDO Douglas Costa sendo marcado por Léo durante vitória do Grêmio sobre o São Paulo Douglas Costa sendo marcado por Léo durante vitória do Grêmio sobre o São Paulo

Douglas Costa foi criticado na vitória do Grêmio sobre o São Paulo, na noite da última quinta-feira, 2, por receber um cartão amarelo, que o tirou do confronto diante do Corinthians, no próximo domingo, na Neo Química Arena. Na ocasião, quando o Tricolor gaúcho já vencia os paulistas por 2 a 0, o atacante ignorou a recomendação do árbitro para deixar o campo durante sua substituição e acabou sendo advertido. Nas redes sociais, muitos gremistas acusaram o jogador de forçar a suspensão para não enfrentar o Alvinegro, em duelo que pode selar a queda do time para a Série B do Campeonato Brasileiro. “Voltou para o Grêmio por um salário milionário e forçou cartão para não jogar o jogo mais importante do ano”, foi uma das tantas mensagens contra o atleta.

Através das redes sociais, no entanto, Douglas Costa perdeu a compostura e rebateu os torcedores. “Vão tomar no c* de todos vocês que tão achando que eu tomei o 3º cartão amarelo porque eu forcei”, disparou o jogador no Twitter. Ele tentou se defender, lutando contra as imagens. “O juiz no final da conversa me autorizou a sair por ali, e quando eu virei as costas o próprio me deu o cartão! Para finalizar, eu sou muito mais gremista que esse pessoal que vive de vamos lá!”, concluiu. Alguns torcedores ainda saíram em sua defesa, enquanto outros pediram uma retratação de Douglas Costa, que seguiu irredutível e revoltado. “Não te devo nada, para pedir perdão!”, ainda escreveu ao responder um gremista que exigiu mais respeito. O time de Vagner Mancini, agora, precisa bater o Corinthians para continuar sonhando contra a queda.