Barcelona adia eleições presidenciais por causa da pandemia de Covid-19

Pleito estava marcado para o dia 24 de janeiro; governo catalão ampliou restrições de mobilidade por alta dos casos da doença na região

  • Por Jovem Pan
  • 15/01/2021 14h11
Reprodução

As eleições presidenciais no Barcelona previstas para o próximo dia 24 de janeiro foram adiadas por causa da pandemia de coronavírus. O clube catalão anunciou a decisão em nota nesta sexta-feira, 15. Uma nova data será escolhida por causa das “restrições na mobilidade decretadas pelo governo no contexto atual da pandemia”. “A situação epidemiológica atual não permite autorizar o movimento fora do município para membros que não têm local de votação em sua cidade em 24 de janeiro”, diz a not. O clube pediu ao governo catalão para permitir o voto pelo correio. “Um pedido que o governo se comprometeu a estudar”.

Os três candidatos à presidência do clube são Joan Laporta, Victor Font e Toni Freixa. O Barcelona é liderado por um conselho interino desde que o ex-presidente Josep Bartomeu renunciou em outubro de 2020 enquanto enfrentava a possibilidade de ser deposto em uma moção de desconfiança apoiada por milhares de sócios furiosos após o fraco desempenho da equipe e a má situação financeira do clube.

O Barcelona perdeu para o Bayern de Munique por 8 a 2 nas quartas de final da Liga dos Campeões em agosto, e sua dívida crescente forçou o clube a praticamente doar veteranos como Luis Suárez para reduzir sua carga salarial. Nessa mesma época, Lionel Messi tentou sair do clube, mas teve seu pedido negado. Dentro de campo o time tenta se reerguer. O Barça enfrenta o Athletic Bilbao no próximo domingo, 17, na final da Supercopa da Espanha. No Campeonato Espanhol é o terceiro colocado, 34 pontos, contra 37 do Real Madrid e 41 do líder Atlético de Madrid.

*Com informações do Estadão Conteúdo