Di María se manifesta após assalto e fala sobre futuro no Paris Saint-Germain 

No domingo, o argentino precisou ser retirado do duelo contra o Nantes, no Parque dos Príncipes, para ter ciência sobre o episódio em sua residência, quando bandidos fizeram a sua família de refém e levaram alguns de seus pertences

  • Por Jovem Pan
  • 18/03/2021 11h36 - Atualizado em 18/03/2021 16h53
Ian Langsdon/EFEÁngel Di María é um dos principais jogadores do PSG na temporada

O meia-atacante Ángel Di María, do Paris Saint-Germain, utilizou as suas redes sociais nesta quinta-feira, 18, para falar pela primeira vez sobre o assalto à sua casa, no último domingo, quando bandidos fizeram a sua família de refém e levaram alguns de seus pertences. No Instagram, o argentino agradeceu a torcida do PSG e fez questão de declarar que está feliz no clube da capital francesa. “Muito obrigado pelo apoio contínuo. Minha família e eu somos muito felizes aqui e nada vai apagar nosso sorriso. VAMOS PARIS”, escreveu.

Na publicação, Di María postou uma foto ao lado da esposa e das filhas. Além disso, o atleta mostrou a homenagem que torcedores do PSG fizeram durante a partida contra o Lille, na última quarta-feira, pela Copa da França – a torcida organizada “Virage”, umas das principais do clube, exibiu uma faixa se solidarizando com o argentino e com Marquinhos, que também foi assaltado. “Marqui, Ángel, toda a Virage está com você.”

No domingo, Di María precisou ser retirado do duelo contra o Nantes, no Parque dos Príncipes, para ter ciência sobre o episódio em sua residência. O jogador deixou o estádio às pressas para confortar a sua família. O atleta, porém, garante que continuará do time azul e vermelho – ele renovou contrato válido até a metade de 2022.