Jogador agradece a governo equatoriano por resgate de irmã sequestrada

Elsy Valencia foi encontrada em uma área de selva no noroeste do Equador, sozinha e sem seus captores, que haviam fugido

  • Por Jovem Pan
  • 29/08/2020 15h15 - Atualizado em 29/08/2020 15h15
Reprodução/TwitterEnner Valencia agradeceu ao presidente equatoriano pelo resgate da irmã sequestrada

O equatoriano Enner Valencia, que recentemente foi contratado pelo Fenerbahçe, da Turquia, agradeceu ao governo do Equador neste sábado (29) pelo resgate de sua irmã Elsy, que foi sequestrada e mantida como refém por vários dias em uma região no noroeste do país. “Muito obrigado, senhor presidente, pela abertura que o senhor teve comigo e com minha família. Foi importante para nós nos comunicarmos diretamente com você e sua equipe. Novamente, obrigado aos senhores da polícia e da Unase”, escreveu hoje o atacante da seleção equatoriana em sua conta no Twitter. O presidente do Equador, Lenín Moreno, destacou o trabalho da Unidade Anti-Sequestro da Polícia (Unase), que encontrou Elsy Valencia em uma área de selva, sozinha e sem seus captores, que haviam fugido.

Em imagens divulgadas pela polícia da operação de resgate, um grupo de agentes armados pode ser visto em uma área de selva do país arrombando uma tenda precária, da qual a irmã de Valencia sai. Até agora, as autoridades não deram mais detalhes sobre o sequestro ou os possíveis responsáveis pelo crime. “Eu não tenho palavras para expressar o que sinto hoje. Um dos dias mais felizes da minha vida. Um dia cheio de emoções e sentimentos mistos. Só me resta agradecer a todos que de uma forma ou de outra nos mostraram seu amor e apoio incondicional”, escreveu o jogador de 30 anos, que ficou conhecido pelas passagens por West Ham e Everton, na Inglaterra.

*Com EFE