Manchester City vence Dortmund de novo e enfrenta o PSG na semi da Liga dos Campeões

Depois de ver o Aurinegro sair na frente com Bellingham, a equipe inglesa virou com Mahrez e Foden no segundo tempo; Neymar, Mbappé e companhia são os próximos adversários do time de Pep Guardiola

  • Por Jovem Pan
  • 14/04/2021 17h52 - Atualizado em 14/04/2021 19h30
EFE/EPA/FRIEDEMANN VOGEL / POOLFoden comemora gol do City diante do Borussia Dortmund

O Manchester City até levou um susto, mas venceu o Borussia Dortmund novamente por 2 a 1 e se classificou para a semifinal da Liga dos Campeões da Europa, na tarde desta quarta-feira, 14, na Alemanha. Depois de ver o time aurinegro sair na frente com Bellingham, a equipe treinada por Pep Guardiola virou com Mahrez e Foden no segundo tempo. Agora, o conjunto britânico enfrenta na próxima fase o Paris Saint-Germain, de Mbappé e Neymar, que superou o atual campeão Bayern de Munique.

Mesmo com a vantagem obtida na primeira partida, o City não abdicou de seu estilo de jogo, se impôs perante o adversário e tomou conta da primeira etapa, sendo responsável pelas principais ações. Apesar disso, quem comemorou primeiro foi o Dortmund, que viu Belligham pegar sobra dentro da área e soltar o pé, de maneira indefensável para o brasileiro Ederson. De Bruyne, craque dos britânicos, não se escondeu e acertou o travessão em uma pancada da entrada da área. O Manchester, ainda assim, desceu para o vestiário com um resultado que decretava a sua eliminação.

No retorno do intervalo, o City transformou a sua superioridade em gols. Logo aos 6 minutos, Can vacilou e cortou um cruzamento com o braço, cedendo um pênalti ao time visitante. Na cobrança, Mahrez bateu cruzado, firme, na costura da rede para empatar. O Dortmund, então, esboçou uma reação, saindo mais para o jogo e buscando a sua estrela, o fenômeno Haaland, então pouco acionado no confronto. Os ingleses, contudo, liquidaram a classificação aos 29 minutos, quando Foden recebeu em jogada ensaiada de escanteio e bateu entre a trave e o goleiro para fazer o segundo da equipe de Manchester. No fim, os ‘citizens’ trocaram passes e controlaram a partida até o apito final.