Manchester United dá chapéu no City e recontrata Cristiano Ronaldo

Dado como possível reforço do time de Pep Guardiola, o atacante decidiu retornar para o Old Trafford, sua casa de 2003 a 2009

  • Por Jovem Pan
  • 27/08/2021 13h06 - Atualizado em 27/08/2021 13h40
ReproduçãoCristiano Ronaldo está de volta ao Manchester United após 12 anos

O Manchester United surpreendeu o mundo nesta sexta-feira, 27, ao aplicar um chapéu no rival City e recontratar o atacante Cristiano Ronaldo, que estava na Juventus, da Itália. Dado como possível reforço do time de Pep Guardiola, o centroavante decidiu retornar para o Old Trafford, sua casa de 2003 a 2009. No “Diabos Vermelhos”, o português conquistou sua primeira Liga dos Campeões da Europa, em 2008, ano em que também levou o prêmio da Fifa de melhor jogador. “O Manchester United tem o prazer de confirmar que o clube chegou a um acordo com a Juventus para a transferência de Cristiano Ronaldo, sujeito a acordo de termos pessoais, visto e médico”, anunciou o clube. “Todos no clube estão ansiosos para receber Cristiano de volta”, completou.

Insatisfeito na Juventus, Cristiano Ronaldo estampou as manchetes de diversos veículos de comunicação da Europa, que colocavam o atacante na mira do Manchester City. Desde a noite da última quinta-feira, 27, no entanto, o United apareceu como interessado no negócio, mudando o rumo das conversas. Segundo o jornalista Fabrizio Romano, especializado no mercado da bola, uma conversa entre Alex Ferguson, lenda do United e ex-técnico de CR7, teria sido fundamental para o desfecho. Já conforme informações do “The Guardian”, da Inglaterra, o clube vermelho teria desembolsado 25 milhões de euros (R$ 153, 3 milhões) para tirar o atacante da Velha Senhora.

Revelado nas categorias de base do Sporting, Cristiano Ronaldo deixou seu país natal com 18 anos para vestir as cores do Manchester United. Na Inglaterra, o atacante se desenvolveu e trilhou uma passagem de sucesso, conquistando 11 títulos. Além da Liga dos Campeões, o “gajo” ganhou o Mundial de Clubes e foi tri do Campeonato Inglês. Ao todo, ele marcou 118 gols em 292 jogos pela equipe britânica. Negociado com o Real Madrid em 2009, o atacante viveu o auge da sua carreira no Santiago Bernabéu, onde faturou a ‘Champions’ em mais quatro oportunidades e se colocou no patamar dos melhores futebolistas da história. Em três temporadas na Juve, ele até somou cinco troféus, mas não conseguiu tirar a Velha Senhora da fila do principal campeonato entre clubes da Europa.