Messi faz seu primeiro treinamento no PSG; Mbappé deve antecipar saída

Enquanto o astro argentino se prepara para estrear pelo Paris Saint-Germain, o atacante francês vive futuro incerto no clube

  • Por Jovem Pan
  • 12/08/2021 11h00 - Atualizado em 12/08/2021 19h17
Reprodução/Twitter/@KMbappeNo primeiro treino como jogador do PSG, Messi se encontrou com Mbappé

Maior contratação da história do Paris Saint-Germain, Lionel Messi fez o seu primeiro treino com a camisa azul e vermelha na manhã desta quinta-feira, 12, conforme imagens divulgadas nas redes sociais da equipe. O argentino, que assinou contrato na última terça-feira, 10, foi filmado enquanto realizava treino físico no gramado. O astro, porém, ainda não sabe quando fará a sua estreia pelo time parisiense. De férias após a conquista da Copa América com a seleção argentina, o atacante precisa passar por recondicionamento físico e se adaptar aos companheiros. “Não sei ainda, acabo de voltar de férias, estava há um mês parado. Falei com o técnico. Acho que vou ter que fazer uma pré-temporada sozinho, treinar para poder jogar. Espero que seja o quanto antes, mas não posso te dar uma data. É uma decisão que não é minha. Mas a vontade existe”, disse Messi, que não deve estar em campo neste sábado, às 16h, no compromisso do PSG com o Strasbourg, no Parque dos Príncipes.

Quem tem futuro incerto em Paris é o atacante Kylian Mbappé, artilheiro do time nas últimas temporadas e que tem contrato somente até a metade de 2022. De acordo com o jornal italiano “La Gazzetta Dello Sport”, a próxima segunda-feira, 16, será data chave para o futuro de Mbappé. Ele quer comunicar publicamente seu anseio em mudar de clube e tem como provável destino o Real Madrid. Na apresentação de Messi, o dono do PSG, Nasser Al Khelaifi, alfinetou Mbappé, que cobra a presença de outros grandes jogadores na equipe para buscar o tão sonhado título da Liga dos Campeões. “Acho que agora todos já sabem o futuro de Mbappé. Ele é parisiense, tem uma mentalidade que busca a vitória. Ele já disse que está feliz com essa chegada e disse que queria um time competitivo. Agora não há desculpa para mais nada”, explicou.