RB Leipzig e Mönchengladbach mandarão seus jogos das oitavas da Champions em Budapeste

Governo alemão não autorizou a entrada do elenco de Liverpool e Manchester City no país devido às restrições pela Covid-19

  • Por Jovem Pan
  • 08/02/2021 20h10
ReproduçãoPuskás Arena receberá as partidas dos times alemães

Assim como o jogo entre RB Leipzig e Liverpool não poderá acontecer na Alemanha, o confronto entre Borussia Mönchengladbach e Manchester City, pelas oitavas de final da Liga dos Campeões, também acontecerá fora do país. Por causa das restrições pela Covid-19, moradores de países em que há variante da doença, como o Reino Unido, não podem entrar na Alemanha. Sendo assim, o governo vetou a entrada das equipes inglesas para a disputa da competição, que tem os jogos de ida iniciados em 16 de fevereiro até o dia 24 de fevereiro. Responsável pela troca, o Monchengladbach conseguiu reverter seu mando de campo para o Puskás Arena, estádio em Budapeste.

O anúncio foi feito pela UEFA nesta segunda-feira, 08. O dia permanece o mesmo que estava marcado caso o jogo acontecesse no Borussia Park (24 de fevereiro) e o horário também (21h hora local, 17h no horário de Brasília). “A UEFA gostaria de agradecer ao Borussia VfL 1900 Mönchengladbach e ao Manchester City FC pela estreita cooperação e apoio, bem como à Federação Húngara de Futebol pela ajuda e por terem aceite acolher o jogo em questão”, escreveu a entidade em comunicado. A partida de volta será no Etihad Stadium no dia 16 de março.

Neste domingo, a UEFA já tinha informado que o confronto entre RB Leipzig e Liverpool também será em Budapeste no dia 16 de fevereiro, às 16h (horário de Brasília). A partida de volta acontece no dia 10 de março em Anfield. Pelos mesmos motivos, o jogo entre Chelsea e Atlético de Madrid, marcada para o dia 23 de fevereiro, também deve ser transferida para um campo neutro devido às restrições de viagem da Espanha. O local não foi divulgado