Taison e Dentinho são alvos de insultos racistas e saem de campo chorando

  • Por Jovem Pan
  • 10/11/2019 14h37 - Atualizado em 10/11/2019 16h26
Reprodução

O clássico ucraniano entre Shakhtar Donestk x Dynamo de Kiev, neste domingo (10), foi marcado por mais um ao de racismo no futebol europeu. Os alvos da vez foram os brasileiros Taison e Dentinho.

O Shakhtar venci a partida por 1 a 0, em casa, no estádio Kharkiv. A torcida visitante, em bem menor número, começou a insultar os brasileiros Taison e Dentinho. O atacante que esteve na Copa do Mundo da Rússia, inclusive, mostrou o dedo do meio e chutou a bola contra a torcida adversária em certo momento e acabou expulso.

Imagens da transmissão mostram Taison e Dentinho chorando e se retirando do campo. O árbitro da partida paralisou o jogo e pediu que os atletas se retirassem do gramado. Os torcedores do Kiev foram até a torcida e pediram que eles parassem.

Depois de muito constrangimento, o jogo retornou . O Shakhtar acabou levando a melhor e venceu por 1 a 0, abrindo 13 pontos na liderança do Campeonato Ucraniano.

Após o ocorrido, a diretoria do Shakhtar emitiu uma nota, divulgada em suas redes sociais, em apoio a seus atletas. “O Shakhtar se opõe categoricamente a qualquer manifestação de racismo, discriminação racial, xenofobia e intolerância. Não pode haver justificativa para aqueles que insultam com base em raça, crenças religiosas ou políticas. Esse comportamento é inaceitável nos países civilizados e nos campeonatos de futebol. A Uefa aplica as sanções mais rigorosas a clubes e associações cujos torcedores demonstram racismo nas partidas”, destacou o clube.

Em seguida, a nota oficial é finalizada com uma cobrança de punição aos atos racistas. “O Shakhtar é uma grande família de jogadores de futebol, para quem esses incidentes humilhantes trazem dor e decepção. Condenamos esse comportamento dos torcedores, sempre apoiaremos e protegeremos nossos jogadores. Pedimos às autoridades do futebol e aos clubes que parem o racismo nos estádios”, completou.