Grêmio cogita Felipão como possível substituto para Tiago Nunes: ‘Temos que perguntar’

Apesar de considerar o nome do ex-técnico, o vice-presidente do time Marcos Hermann negou que já haja um candidato para a vaga

  • Por Jovem Pan
  • 05/07/2021 11h59 - Atualizado em 05/07/2021 19h47
Reprodução/CruzeiroLuiz Felipe Scolari, que atualmente está sem clube, foi técnico do Grêmio por três vezes

O vice-presidente do Grêmio, Marcos Hermann, afirmou na noite de domingo, 4, após a demissão do técnico Tiago Nunes, que Felipão é um dos nomes cotados para assumir o comando do time. Em coletiva de imprensa, Hermann, ao ser perguntado se já existia um nome para o substituto de Nunes, negou que já haja um candidato. “O perfil nós já temos, o nome que ainda não”, disse. Em seguida, o vice-presidente foi pressionado por outro jornalista, que colocou o nome de Felipão na roda. Luiz Felipe Scolari, que atualmente está sem clube, foi técnico do Grêmio por três vezes: em 1987, de 1993 até 1996 e de 2014 a 2015. “Nós temos um perfil, sim. E, neste sentido, Felipão sempre é uma possibilidade, até porque ele se identifica muito com o Grêmio, mas não sei se tem interesse. Temos que perguntar para ele”, afirmou. “Queremos alguém com profunda identificação com o clube. É isso. Vamos atrás. Não entrarei em mais detalhes. Faz parte da nossa estratégia”, concluiu. É a segunda vez que o time muda de técnico. Em abril de 2021, Tiago Nunes foi contratado para assumir o lugar de Renato Gaúcho, que estava no comando desde 2016.