Indireta a Dome? Post de Arrascaeta expõe foco de insatisfação no Flamengo

Uma mensagem escrita pelo meia uruguaio no Twitter após ter ficado na reserva do jogo contra o Botafogo acendeu o sinal de alerta no vestiário rubro-negro

  • Por Jovem Pan
  • 25/08/2020 10h33 - Atualizado em 25/08/2020 10h35
Joka Madruga/Estadão ConteúdoArrascaeta e Domènec Torrent durante comemoração do gol do Flamengo contra o Coritiba

Uma postagem feita pelo meia Giorgian De Arrascaeta na tarde da última segunda-feira, 24, expôs um possível foco de insatisfação dentro do vestiário do Flamengo. Barrado do time rubro-negro no empate por 1 a 1 com o Botafogo, no último domingo, 23, no Maracanã, o uruguaio escreveu no Twitter a seguinte mensagem: “Tem muita gente me perguntando se tenho alguma lesão, estou 100% graças a Deus”. O aviso foi, na visão de alguns, uma indireta a Domènec Torrent. Isto porque, na coletiva pós-jogo, ao ser questionado sobre a não utilização do atleta, o treinador respondeu: “Temos que tentar jogar com os melhores jogadores em cada momento. E os melhores não são nomes, muitas vezes são os que estão na melhor forma”. A partir daí, muita gente passou a especular que Arrascaeta estava machucado. Não era o caso.

E a prova disto é que o uruguaio, autor do gol da única vitória rubro-negra no Brasileirão até o momento, destacou-se no jogo-treino disputado na última segunda-feira, 24, entre os reservas e a equipe sub-20 do Flamengo. Pilar do time campeão de quase tudo em 2019, o meia marcou um gol e deu uma assistência no triunfo por 6 a 1 dos suplentes. O bom desempenho do jogador aumenta ainda mais a pressão sobre o técnico espanhol, que, ao contrário do antecessor, Jorge Jesus, não escala sempre os melhores atletas. Para Domènec Torrent, entender e cumprir melhor as funções táticas impostas por ele pode fazer um jogador reserva ganhar espaço em detrimento de outro com mais recursos técnicos. No clássico contra o Botafogo, por exemplo, Gerson e Arrascaeta, titulares absolutos com o português, ficaram no banco. Pedro Rocha e Diego Ribas foram os titulares. No entanto, o time tem sofrido para se adaptar à filosofia do novo comandante e soma apenas uma vitória em cinco jogos no Campeonato Brasileiro.

Antes da publicação de Arrascaeta, o vice-presidente de futebol do Flamengo, Marcos Braz, concedeu entrevista coletiva no Ninho do Urubu e demonstrou apoio a Domènec Torrent. “A torcida está certa em fazer as cobranças, está correta e estamos aqui para analisar, ouvir todos, só que temos nossas avaliações e informações. O técnico é um técnico que está começando um trabalho e não teve tempo nenhum para que começasse efetivamente a expor seu trabalho”, afirmou. “A importância da torcida, a avaliação da torcida sempre será importante para quem está nesta cadeira. Até porque, são grandes as expectativas da torcida em função dos resultados que esse grupo obteve em 2019 e 2020. Somos um pouco refém desses campeonatos que ganhamos. Mas será dado a ele, como todos os outros que passaram por aqui na gestão do Landim, o mesmo empenho, carinho e, mais do que nunca, a mesma tranquilidade e paz que precisa para acertar”, garantiu. Se a promessa será cumprida ou não, só o tempo dirá…