Ministério da Saúde informa 52 casos de Covid-19 relacionados à Copa América

Na última segunda-feira, a pasta havia registrado 41 infectados pelo novo coronavírus na competição, que mudou de sede ‘de última hora’ após as desistências de Argentina e Colômbia

  • Por Jovem Pan
  • 15/06/2021 14h11 - Atualizado em 15/06/2021 16h09
Reprodução/Twitter/@Copa AméricaSeleção peruana chegando ao Brasil para a disputa da Copa América

O Ministério da Saúde emitiu uma nota nesta terça-feira, 15, informando que o número de casos de Covid-19 relacionados à Copa América chegou a 52, sendo 33 entre jogadores e membros de comissões técnicas, além de 19 diagnosticados entre prestadores de serviços contratados pela Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol), a organizadora do torneio. Ontem, a pasta havia registrado 41 infectados pelo novo coronavírus na competição, que mudou de sede “de última hora” após as desistências de Argentina e Colômbia, começando no último domingo.

Segundo a pasta, “foram realizados 3.045 testes de RT-PCR entre jogadores, membros das delegações e prestadores de serviços” e “os casos de prestadores de serviços foram confirmados em Brasília (DF) e no Rio de Janeiro (RJ). O ministério também afirmou que a “positividade de casos por covid-19 foi de 1,70%”. O protocolo de segurança para a Copa América prevê regras para cada momento da permanência das equipes, desde a chegada no Brasil até o retorno aos países de origem. Os atletas devem permanecer nos hotéis onde estiverem hospedados e não podem deixar o local, a não ser para os treinos e partidas. Os jogadores também precisam passar por testes de Covid-19 a cada dois dias. Na semana passada, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, minimizou a ocorrência de casos positivos da doença entre membros das delegações estrangeiras. “Faz parte. Se não tivermos possibilidade de casos positivos, não teríamos protocolos rigorosos. Devem vir outros atletas e acontecerá a partida normalmente”, disse.