Seleção dos mais caros da Copa América vale R$ 4,6 bilhões e é dominada por brasileiros 

De acordo com o ‘Transfermakt’, o time mais valioso é dominado pelo Brasil, com sete representantes; Argentina e Uruguai têm dois jogadores cada

  • Por Jovem Pan
  • 15/06/2021 11h46 - Atualizado em 15/06/2021 11h55
Montagem sobre fotos/Reprodução/Lucas Figueiredo/CBF/EFE/Andre CoelhoNeymar e Messi são os dois jogadores mais caros da Copa América

Formar uma seleção com os jogadores mais valiosos que estão disputando a Copa América custa 750 milhões de euros (na cotação atual, R$ 4,6 bilhões), informou o “Transfermakt”, especializado em valores de mercado do futebol, na manhã desta terça-feira, 15. De acordo com o site, o time ideal seria dominado pelo Brasil, com sete representantes. Na escalação, Argentina e Uruguai também teriam dois representantes cada. Vale lembrar que vários fatores são consideradores para estipular o preço do atleta, como idade e tempo de contrato, por exemplo.

Neymar, astro da seleção brasileira, tem o seu valor estipulado em 100 milhões de euros, liderando o “ranking”. O camisa 10 da Canarinho e do PSG está acompanhado dos compatriotas Alisson, Éder Militão, Marquinhos, Fabinho, Casemiro e Gabriel Jesus. Do lado argentino, estão Lionel Messi, craque que marcou um golaço na estreia de sua equipe contra o Chile, e Lautaro Martínez, bom atacante da Inter de Milão. Completam o time mais caro os uruguaios José María Giménez, zagueiro do Atlético de Madri, e Federico Valverde, do Real Madrid. Veja a abaixo os valores.